sábado, 4 de agosto de 2012

Oferta e demanda por assentos nos aviões batem recorde em junho

31/07/2012 - O Globo

Gol registra redução de 0,85% na demanda no mês passado

BRASÍLIA – A demanda doméstica do transporte aéreo de passageiros cresceu 11% em junho em comparação ao mesmo mês de 2011, segundo divulgou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) nesta terça-feira. A agência divulgou que o nível de demanda dos assentos em voos domésticos bateu recorde para meses de junho, atingindo maior patamar desde 2000, quando se inicia a série histórica. No semestre, a demanda cresceu 7% em relação ao mesmo período de 2011.

A oferta de assentos também atingiu patamar recorde para meses de junho, de acordo com a agência, e cresceu 4,3% em relação a junho de 2011. Nos primeiros seis meses do ano, o crescimento foi de 8,46% também na comparação com o mesmo período do ano passado.

Quanto à demanda por empresa, a TAM registrou aumento de 9,47% em sua demanda, porém, a Gol teve redução de 0,85% em junho. Avianca e Trip tiveram as maiores taxas de crescimento da demanda em junho ante mesmo mês do ano passado, da ordem de 88% e 58,83%.

O balanço aponta que a participação da Azul no mercado aumentou de 8,56% em junho de 2011 para 10,17% no mês passado e a fatia da Avianca saltou de 2,95% para 4,98%, no mesmo período. TAM e Gol seguem na liderança do mercado doméstico em junho de 2012, com 41,05% e 33,12%, respectivamente. No acumulado dos primeiros seis meses de 2012, a participação das duas empresas alcançou 39,67% e de 34,11%.

Já a taxa de ocupação dos voos domésticos de passageiros foi de 72,63% em junho, contra 68,06% em junho de 2011, o que representou um aumento de 6,71%. No acumulado dos primeiros seis meses de 2012, houve uma diminuição de 1% quando comparada ao mesmo período de 2011.

No mercado internacional, a TAM, lidera com fatia de 90,37%, e a GOL, com 9,63% em junho. A taxa de ocupação dos voos internacionais alcançou 79,27% em junho de 2012, contra 77,66% do mesmo mês de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário