quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Brasil tem melhores e piores aeroportos da América do Sul

20/10/2015 - Panrotas

Aviação , Na home, aeroporto de Brasília, um dos melhores da América do Sul; aqui, o do Rio de Janeiro-Galeão, o terceiro pior do continente

Aviação , Na home, aeroporto de Brasília, um dos melhores da América do Sul; aqui, o do Rio de Janeiro-Galeão, o terceiro pior do continente
Na home, aeroporto de Brasília, um dos melhores da América do Sul; aqui, o do Rio de Janeiro-Galeão, o terceiro pior do continente

Imagine o lugar aeroporto do mundo. Certo, ele não fica no Brasil. O site Sleeping in Airports realiza uma votação anual com seus usuários para escolher os melhores e piores aeroportos do mundo. Como o seu nome indica, o endereço também categoriza os melhores lugares para dormir do mundo. A lista divulga também os melhores e piores divididos em regiões do mundo.

Na América do Sul não foi diferente. A pergunta que provavelmente surge é a seguinte: mas e o Brasil? O País tem dois representantes entre os melhores e piores aeroportos do continente. O Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro-Galeão (GIG) foi eleito o terceiro pior, seguido pelo Aeroporto Internacional de Manaus-Eduardo Gomes. O Brasil só perdeu nesse quesito para a Venezuela, que liderou o top cinco com Caracas e Maracaibo.

Segundo a publicação, em Galeão é difícil encontrar assentos com almofada, bem como encontrar direções gerais, e as facilidades gerais estão um pouco datadas. Entretanto, pontua o Sleeping in Aiports, a maior dor de cabeça surge ao tentar sair e entrar do aeroporto por conta própria, pois as duas pistas pequenas deixam o tráfego totalmente paralisado. Ao se referir a Manaus, os votantes do Sleeping in Airports resumem o aeroporto como “menos ocupado e oferece apenas as funções básicas”.

Nem tudo se resume a críticas e serviços medianos. Os aeroportos de Brasília e do Recife figuram respectivamente, em nono e décimo melhores da América do Sul. Entre os itens que justificam a presença no top dez estão o wi-fi gratuito e a facilidade de provar a comida brasileira. Confira abaixo o que o site diz sobre cada um deles:


Aeroporto Internacional de Brasília-Presidente Juscelino Kubitschek (BSB):

“As corridas de táxi aos hotéis em Brasília tendem a ter um preço mais alto, significando que um número de viajantes montem um acampamento dentro dos terminais de BSB por algumas horas. Ainda que o check-in possa ser um pouco caótico, uma vez que você passa pela segurança, os votantes dizem que é um aeroporto confortável e modernos.

Regalias incluem wi-fi gratuito, muitos plugs para dispositivos e boas opções de comida como McDonald’s, sushi e italiana. Ainda que possa ser um pouco difícil para encontrar um lugar silencioso para dormir, um participante disse que há um canto no terceiro andar é possível tirar um cochilo. Ainda é possível encontrar bebedouros próximos dos banheiros.”

Facilidades e serviços do aeroporto: salas vip pay-per-use e wi-fi-gratuito.

Aeroporto Internacional do Recife/Gilberto Freyre-Guararapes (REC):

O aeroporto de Recife encerra o top dez graças ao wi-fi gratuito e sua variedade de lojas e restaurantes brasileiros. Iguarias locais, como o bolo de rolo, são disponíveis para provar, e muitos restaurantes são abertos 24 horas por dia. Dito isso, as melhores opções tendem a ser localizadas antes da segurança. Renovados em 2004, os terminais são razoavelmente limpos, com iluminação natural e espaçosos. Um bônus que vem com viajar pelo Recife? Pousos e chegadas têm uma vista espetacular das paisagens.”

Facilidades e serviços do aeroporto: salas vip pay-per use, wi-fi gratuito e opções de alimentação 24 horas.

Confira abaixo a lista dos piores e melhores aeroportos da América do Sul, segundo os participantes da pesquisa do Sleeping in Airports:

Top cinco piores do continente:

1- Aeroporto Internacional de Caracas-Simón Bolívar, Venezuela (CCS)
2- Aeroporto Internacional de Maracaibo-La Chinita, Venezuela (MAR)
3- Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro-Galeão, Brasil (GIG)
4- Aeroporto Internacional de Manaus- Eduardo Gomes, Brasil (MAO)
5- Aeroporto Internacional da Ilha de Páscoa-Mataveri, Chile (IPC)

Top dez melhores do continente:

1- Aeroporto Internacional José Joaquín de Olmedo - Guayaquil, Ecuador (GYE)
2- Aeroporto Internacional de Carrasco – General Cesáreo L. Berisso, Uruguai (MVD)
3- Aeroporto Internacional de Bogotá-El Dorado, Colômbia (BOG)
4- Aeroporto Internacional de Lima-Jorge Chávez, Peru (LIM)
5- Aeroporto Internacional de Quito-Mariscal Sucre, Equador (UIO)
6- Aeroporto Internacional de Santiago – Arturo Merino Benítez, Chile (SCL) 
7- Aeroporto Internacional de Buenos Aires – Ministro Pistarini, Argentina (EZE)
8- Aeroparque Internacional de Buenos Aires- Jorge Newbery, Argentina (AEP)
9- Aeroporto Internacional de Brasília-Presidente Juscelino Kubitschek, Brasil (BSB)
10- Aeroporto Internacional do Recife/Gilberto Freyre-Guararapes (REC)

Nenhum comentário:

Postar um comentário