quarta-feira, 26 de maio de 2010

Santos Dumont dá um nó no trânsito no Centro

SEM SAÍDA


Publicada em 26/05/2010 às 23h34m
Ludmilla de Lima - O Globo - 26/05/2010
    VISTA AÉREA do congestionamento: Infraero diz que está licitando a construção de um edifício garagem / Foto de Genilson Araújo
    RIO - De segunda a sexta-feira, pela manhã, quem precisa seguir pelos acessos do Aterro do Flamengo ao Aeroporto Santos Dumont e Elevado da Perimetral encontra a mesma cena: trânsito lento ou parado, provocado pela superlotação do estacionamento administrado pela Infraero. Como o espaço é fechado sempre que não há mais vagas, os motoristas que aguardam do lado de fora acabam formando uma imensa fila, que bloqueia a passagem para o Santos Dumont e, consequentemente, todo o fluxo até as pistas do Aterro.
    Mesmo quem vem da Zona Sul em direção ao Elevado da Perimetral sofre com o verdadeiro nó no tráfego que tem início no aeroporto. Ontem, entre 8h e 9h, mais uma vez, o problema se repetiu, com carros de passeio, ônibus e táxis parados nos retornos.
    Evento no MAM pode agravar o problema
    E há o risco de o tráfego no entorno ficar ainda mais caótico a partir de hoje, quando o Museu de Arte Moderna (MAM), próximo ao aeroporto Santos Dumont, passa a sediar o III Fórum Mundial da Aliança de Civilizações, promovido pela ONU, e que vai até sábado.
    A engenheira Valéria Valentim trabalha em São Paulo, mas passa os finais de semana no Rio. Ela costuma desembarcar e embarcar no Santos Dumont, cujo estacionamento ela evita utilizar.
    - O estacionamento está sempre lotado. Pego, atualmente, táxi até o aeroporto. Um dia eu fui de carro, mas, se eu fosse ficar na fila, perderia o vôo. Tive que parar o carro perto do Clube Santa Luzia (que fica nas imediações do aeroporto), sem qualquer segurança - conta a engenheira.
    A administração do Aeroporto Santos Dumont confirmou, em nota, que o estacionamento é fechado, de forma temporária, nos momentos em que há maior quantidade de veículos, como ocorreu ontem pela manhã. Segundo o aeroporto, está em andamento o processo de licitação para a concessão da área, que inclui a exploração do estacionamento, com capacidade para 1.047 veículos, e a construção de um edifício-garagem, que ampliará em duas mil o número de vagas.
    CET-Rio convoca reunião para discutir o caso
    A CET-Rio informou, pela assessoria de imprensa, que já havia detectado o problema e que entrará em contato com a Infraero, ainda esta semana, para marcar uma reunião. O órgão adianta que irá propor a mudança da entrada do estacionamento para um outro local, mais distante do Aterro. Representantes da CET-Rio também pedirão à Infraero informações sobre o perfil dos usuários das vagas, que podem estar sendo utilizadas por motoristas que não são passageiros nem funcionários do aeroporto.

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário