sábado, 27 de novembro de 2010

Webjet reformula site e deixa de oferecer conexões

27/11/2010 - Melhores Destinos

A Webjet acaba de colocar no ar um novo site. Ao contrário da última vez, quando as mudanças foram apenas cosméticas, dessa vez há importantes mudanças inclusive conceituais.

As mudanças mais importantes são a maior facilidade para localizar o menor preço, a possibilidade de pesquisar passagens para múltiplos destinos e o fim das conexões.

Nos testes que fizemos encontramos alguns erros, mas vamos às novidades:

1 – Busca pelo menor preço
Não importa como você está pesquisando no site da Webjet, ela sempre vai te mostrar o preço das passagens 3 dias antes e 3 dias depois da data que você escolheu. Isso facilita muito a busca pela menor tarifa.

2 – Múltiplos destinos
As grandes companhias aéreas do mundo têm essa opção no site. No Brasil “a moda” chegou mesmo em 2010. Essa funcionalidade permite você montar uma viagem passagens em várias cidades, Ex: Brasília – Salvador – Rio de Janeiro – São Paulo – Porto Alegre – Brasília. Tanto a GOL como a TAM já têm essa opção nos seus sites, mas no site da Webjet é é mais flexível, porém ainda são necessários alguns ajustes.

3 – Múltiplos aeroportos
Esse recurso permite que você pesquise passagens para um destinos sem especificar qual é o aeroporto. Ex: você pesquisa Brasília – Rio de Janeiro sem informar qual é o aeroporto do Rio e são listados os voos tanto do Galeão como os do Santos Dumont.

4 – Fim das conexões
Essa mudança é bem curiosa. A partir de agora, a Webjet deixa de oferecer conexões, caso o passageiro queira fazer, será por sua conta e risco. Os voos com escala permanecem.

5 – O site agora usa o conceito de carrinho de compras
Inicialmente parece estranho, mas logo você percebe que faz todo sentido. As companhias low cost low fare (que vendem passagens muito baratas) dos outros países, vendem passagens muito baratas e cobram separados vários outros serviços como: direito de marcar o assento, despacho de bagagem, alimentos e bebidas. Como a Webjet está indo para esse caminho, faz todo sentido ter um carrinho de compras no site.

6 – Destaque para os hotéis
A parte debaixo do site da Webjet onde mostravam algumas informações da companhia, agora mostra ofertas de hotéis.

7 – Cobrança de R$5 para marcar o assento
Agora a Webjet cobra R$5 por voo de quem quiser marcar o assento pelo site.

8 – Site preparado para cobrar pela bagagem
Pela forma como está no site, fica a impressão que o site já está preparado para cobrar pela bagagem despachada. Isso ainda não é permitido pela legislação brasileira, mas tudo indica que mudará em breve(2011).

Nas simulações que fizemos, o site ainda está com muitos erros. Mas, imagina-se que em uma semana esses problemas sejam solucionados.

Não sabemos se todas essas mudanças realizadas na Webjet nos últimos 12 meses farão dela um grande sucesso ou não serão bem aceitas pelos brasileiros. Mas, o fato é que a Webjet está cada dia mais próxima de ser a primeira companhia low cost low fare do Brasil. O modelo dela está ficando bem distante do adotado pelas demais companhias aéreas brasileiras e se aproximando de companhias como a Ryanair.

É bom ver que o mercado de aviação brasileiro está crescendo e permitindo essa segmentação. Quem quiser gastar mais poderá optar por mais conforto, mas quem quiser pagar menos também poderá viajar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário