sábado, 18 de dezembro de 2010

Ampliação de Aeroporto atrai novas empresas aéreas para Cascavel

30/11/2010 - Prefeitura de Cascavel

Vanderlei Faria

A ampliação do Aeroporto de Cascavel tem chamado à atenção de novas empresas aéreas. Prova disso, foi a visita feita pelo presidente da Azul Linhas Aéreas, David Neeleman, e sua equipe, hoje (30). O prefeito Edgar Bueno recepcionou o grupo, mostrando os projetos do novo terminal de passageiros e as obras de expansão da pista. Logo após, os empresários fizeram um passeio pelas ruas principais da cidade.

De acordo com o presidente da Cettrans, Jorge Lange, a pista do Aeroporto de Cascavel passará a ter 45 metros de largura e 1.800 metros de comprimento, o que possibilita a operação de grandes aeronaves. “Essa visita trouxe uma grande satisfação para a administração municipal, pois isso é um resultado, em função das obras que estamos executando. A ampliação da pista e a construção de um novo terminal [previsto para o próximo ano] já mostrou Cascavel para o Brasil, assim as empresas começam a nos procurar”.

Depois de verificar as condições do Aeroporto, o grupo seguiu para a Acic (Associação Comercial e Industrial de Cascavel). Lá, foi apresentado um vídeo institucional sobre as potencialidades de Cascavel. O presidente da Azul Linhas Aéreas se surpreendeu com o que foi mostrado. “Fiquei bem impressionado realmente. Eu gostei muito, apesar do pouco tempo que estive aqui. Cascavel é uma cidade que precisa de muito mais voos do que tem hoje”, afirmou Neeleman.

A empresa ainda deve fazer estudos em mais quatro cidades da região sul do Brasil – Foz do Iguaçu (PR), Chapecó (SC), Criciúma (SC) e Passo Fundo (RS), mas a intenção é começar a operar em Cascavel no próximo ano. “Cascavel é realmente uma cidade que precisa de mais voos. Nossos recursos são limitados, temos 12 aviões que devem chegar no próximo ano e estamos vendo onde eles irão operar. Queremos começar aqui talvez no ano que vem, mas isso irá depender dos nossos estudos”, disse Neeleman.

O prefeito Edgar Bueno destaca que os trabalhos de ampliação do Aeroporto devem impulsionar ainda mais a economia da região. E caso a empresa decida vir operar em Cascavel, o cronograma de obras deve ser alterado para que o trabalho de ampliação da pista seja concluído o mais rápido possível. “Temos que criar condições para que nossa cidade traga bons voos, empresas sólidas e que tenham bons aviões e, para a nossa felicidade, as obras estão em ritmo acelerado. Eu acredito que pelas palavras otimistas do presidente da Azul Linha Aéreas, ela será uma empresa conquistada pelo município de Cascavel”.

Também participaram da visita o secretário de Serviços e Obras Públicas, Paulo Gorski, o presidente da Cohavel, Renato Silva, o representante da empresa H&S Serviços Aeronáuticos, Clairton Hammer, o deputado estadual eleito, André Bueno, o vice-presidente da Azul Linhas Aéreas, Trey Urbahn, e o diretor de relações institucionais, Adalberto Febeliano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário