quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Azul vai ampliar para 50 o número de destinos a partir de Viracopos

15/12/2010 - EP Campinas - Regina Santomauro

Empresa espera autorização para operar mais seis voos diários de Campinas para o Rio de Janeiro

A Azul Linhas Aéreas planeja ampliar de 28 para 50 o número de destinos conectados pela empresa a partir de 2010. A maioria dos novos destinos terá saída ou chegada do Aeroporto de Viracopos, em Campinas, onde foi feito o anúncio pelo fundador da companhia, David Neeleman, durante a comemoração do segundo aniversário da empresa, na manhã desta quarta-feira (15).

A Azul começou a voar em 15 de dezembro de 2008, com linhas para Salvador e Porto Alegre saindo de Campinas, onde a empresa mantém boa parte de suas operações. Dos
200 voos diários, 70 têm como saída ou chegada o Aeroporto de Viracopos. A empresa, que no primeiro ano chegou a dois milhões de passageiros, prevê encerrar 2010 com quatro milhões de usuários. Pelo menos 70% desses usuários embarcaram em Viracopos e concorreram para que a empresa, em dois anos, se consolidasse como a terceira maior companhia aérea do País em fluxo de passageiros, com 7,2% do mercado de vôos domésticos brasileiro.

A empresa trabalha para ampliar sua participação no mercado, investindo principalmente no Aeroporto de Viracopos. A Azul aguarda autorização para operar seis novos voos diários para o Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, que se somarão aos 11 que partem atualmente de Campinas para o Santos Dumont, segundo o presidente da Azul, Pedro Janot.

Os investimentos previstos para 2011 somam US$ 400 milhões (R$ 680 milhões) em aeronaves, obras, contratação de funcionários, abertura de lojas, aquisição de simulador de voo próprio. As obras do novo terminal de passageiros da Azul em Viracopos devem estar concluídas em maio de 2011, assim como as 500 vagas de estacionamento para clientes, na área do aeroporto, onde o passageiro poderá fazer o ckeck-in, despachar a bagagem e seguir direto para a sala de embarque.

Também está prevista a ampliação do número de vagas no pátio para aeronaves, que passaram de 13 para 19 este ano e devem chegar a 25 no ano que vem. A Azul opera com uma frota de 26 aeronaves Embraer e, em 2011, receberá mais 12 E-Jets Embraer e os primeiros turboélices ATR 72-600 dos 20 anunciados este ano.

Segundo Neeleman, o quadro de funcionários deve passar dos 2,8 mil atuais para 4,5 mil em 2011.


Nenhum comentário:

Postar um comentário