segunda-feira, 11 de julho de 2011

Gol diz que manterá DNA low cost, com responsabilidade

11/07/2011 - Panrotas

"Não vamos reduzir tarifas para ganhar market-share após a compra da Webjet", garante Constantino de Oliveira Jr., presidente da Gol. Ele promete também que a Gol continuará bastante racional no aumento da oferta e com tarifas competitivas (há um medo no mercado de que as tarifas da Webjet subam depois da compra). O president afirmou também que a Gol é uma empresa com DNA low cost/low fare e que vai expandir esse conceito.

A empresa deve lançar em breve um sistema de controle de compras a bordo e ele promete "vender tudo o que for possível e o que o passageiro quiser". O mercado, aliás, aguarda ansiosamente esse lançamento da Gol, que deve incluir pela primeira vez entretenimento a bordo, mas não em monitores individuais e sim em smartphones e tablets dos passageiros.

Segundo Júnior, hoje o sistema de compras a bordo (buy on board) da Gol está em 84 voos. Até o final do ano, incluindo a aquisição da Webjet, esse número passará de 400.

A Gol e a Webjet terão juntas 141 aeronaves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário