terça-feira, 18 de outubro de 2011

Embraer deve entregar cerca de 100 jatos no 4o tri

17/10/2011 - O Globo

Reuters/Brasil Online
Por Cesar Bianconi

SÃO PAULO (Reuters) - A Embraer precisa entregar cerca de 100 aviões de outubro a dezembro para cumprir sua meta de 2011, o que significa mais do que dobrar a cadência sobre os três primeiros trimestres deste ano.

No terceiro trimestre, a maior fabricante mundial de jatos regionais entregou 46 aviões, chegando a 122 unidades no acumulado de janeiro a setembro.

A estimativa para o fechado de 2011 foi mantida em cerca e 220 aeronaves, segundo a assessoria de imprensa da companhia.

A estimativa anual da Embraer inclui 102 aviões comerciais e 118 jatos executivos -dos quais 100 modelos leves (Phenom) e 18 maiores (Legacy e Lineage).

A Embraer já havia sinalizado para uma quantidade maior de entregas nos últimos meses do ano.

Em entrevista à Reuters em junho, o presidente-executivo da Embraer, Frederico Curado, afirmou que o atraso no recebimento de motores da General Electric com peças japonesas faria com que as entregas de jatos no segundo e no terceiro trimestres ficassem um pouco baixas, com expectativa de concentração de outubro a dezembro para compensar.

TERCEIRO TRIMESTRE

De julho a setembro deste ano, contudo, foram entregues mais aviões comerciais do que executivos, implicando em receita maior para a fabricante de jatos.

Apenas no terceiro trimestre, a Embraer entregou 28 aviões comerciais -22 unidades do Embraer 190 e seis do modelo 195- e 18 jatos executivos -17 aeronaves Phenom e um de maior porte. Um ano antes, foram 20 aeronaves comerciais e 24 executivos.

Com base nos preços de tabela, a receita com os aviões entregues nos últimos três meses totalizaria cerca de 1,35 bilhão de dólares.

A carteira de pedidos firmes (backlog) no final de setembro totalizava 16 bilhões de dólares, acima dos 15,8 bilhões de dólares em junho.

De julho a setembro a Embraer fechou a venda de 17 jatos comerciais.

No começo de outubro, foi firmado contrato envolvendo seis aeronaves comerciais com a Gecas -unidade de leasing da GE- e encomenda de 13 jatos executivos Legacy 650 pela chinesa Misheng. Ambos os pedidos serão adicionados ao backlog no atual trimestre.

As ações da Embraer recuavam 0,93 por cento às 13h11, para 11,70 reais, enquanto o Ibovespa perdia 1,85 por cento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário