quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Aeroportos do interior de SP recebem R$ 19,5 mi em investimentos

29/11/2011 - Folha de São Paulo

LEANDRO MARTINS
DE RIBEIRÃO PRETO

Os aeroportos de Ribeirão Preto, Araraquara e São Carlos vão receber juntos cerca de R$ 19,2 milhões em investimentos, num pacote de obras já em andamento ou com licitações abertas.

Dos três aeroportos, apenas o de Ribeirão Preto (313 km de SP) recebe voos regulares, mas boa parte do pacote envolve Araraquara (273 km de SP), onde a Azul planeja operar a partir de 2012. São Carlos (232 km de SP), por sua vez, pleiteia tornar-se um polo alfandegário de cargas.

Em Araraquara, duas licitações em andamento, abertas pelo Daesp (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), preveem aproximadamente R$ 9 milhões em obras no aeroporto Bartholomeu de Gusmão.

Cerca de R$ 7 milhões serão usados apenas para a construção de um novo terminal de passageiros. Com área total de 1.770 m², o local terá salas de embarque e desembarque, espaços para lojas, locadoras e lanchonetes. Os outros R$ 2 milhões serão destinados à construção de um estacionamento no novo terminal, com 158 vagas.

As duas obras são necessárias para que o aeroporto volte a receber voos regulares --como a Folha publicou em setembro, a Azul já demonstrou interesse em operar ligações com Campinas, onde a empresa tem uma base operacional e faz escalas e conexões para o resto do país.

Em Ribeirão Preto, são outros R$ 10 milhões entre licitações abertas e obras já em andamento no Leite Lopes.

Um pacote prevê a ampliação do estacionamento de veículos, instalação de aparelho de raios X para inspeção de bagagem despachada, novas esteiras, instalação de circuito de TV, entre outros serviços.

*RECORDE *

Há ainda editais para concessão de duas áreas, uma delas para a instalação de um novo parque de abastecimento das aeronaves.

A outra prevê um terreno de 3.200 m² para a instalação de novos hangares. Segundo o Daesp, os espaços poderão ser usados para abrigo de aviões executivos, oficina de manutenção e serviços de táxi-aéreo.

De janeiro a outubro deste ano, 936,2 mil passageiros passaram pelo Leite Lopes, um recorde de movimento. O número representa aumento de 75% de embarques e desembarques em relação ao mesmo período de 2010.

CARGAS

O Daesp prevê também cerca de R$ 230 mil em obras no aeroporto Mario Pereira Lopes, em São Carlos. O dinheiro será gasto em uma nova sinalização na pista e na construção de cercas no local.

O mais aguardado pela Prefeitura de São Carlos, porém, é o pedido de internacionalização, para que o terminal possa receber uma estrutura de alfândega para cargas.

O prefeito Oswaldo Barba (PT) disse que o pedido já foi feito a órgãos da União. No entanto, como o aeroporto é estadual, o processo de internacionalização deve ser conduzido pelo Estado.

A assessoria do Daesp informou que o órgão está em fase de consulta a instituições federais, como Receita, Polícia Federal, Anvisa e Ministério da Agricultura. Só após a manifestação desses órgãos é que o processo deve ser remetido para análise da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Nenhum comentário:

Postar um comentário