quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Congonhas-Viracopos terá voo semanal

19/01/2012 - O Estado de São Paulo

Por R$ 29,90 mais taxa de embarque, passageiro poderá voar da zona sul de SP a Campinas em 32 minutos; volta é mais curta: 26 minutos

NATALY COSTA

Separadas por um trajeto de 100 km, que pode ser feito de carro ou ônibus pelas Rodovias Bandeirantes e Anhanguera, Campinas e São Paulo agora também estarão ligadas por um voo comercial. No próximo dia 4, a Azul começa a operar uma rota semanal entre o Aeroporto de Congonhas, na zona sul, e o de Viracopos, em Campinas. O voo vai sair todo sábado às 14h de Viracopos, chegando a Congonhas às 14h32. Na volta, decolará às 14h58 de São Paulo, chegando às 15h24 em Campinas.

As passagens estão sendo vendidas no site da Azul (www.voeazul.com.br) por R$ 29,90 cada trecho. Levando em conta só esse valor, uma ida de avião de Campinas para Congonhas sairia R$ 8 mais cara do que a passagem de ônibus, que custa R$ 22,80 por trecho. De carro, custaria praticamente a mesma coisa: os dois pedágios da ida somam R$ 13,90. Com mais R$ 17 a R$ 20 de combustível, em média, os gastos ficam equivalentes.

Para quem é de São Paulo e vai pegar um voo de Viracopos, será uma opção a mais. No entanto, a taxa de embarque no voo que sai de Congonhas custa R$ 20,66, elevando o preço final da passagem de avião para R$ 50,56. Saindo de Viracopos, a taxa é de R$ 16,23. O valor total de um voo ida e volta entre as duas cidades paulistas será de R$ 96,69.

Além disso, a antecedência de uma hora exigida para chegar ao aeroporto deixa a viagem de avião mais longa que a de carro ou ônibus, que dura entre 1h e 1h30, dependendo do trânsito.

O voo é uma nova aposta da Azul com a única frequência de voo - o chamado "slot" - que tem disponível em Congonhas, concessão da Agência Nacional de Aviação Civil. Hoje, a empresa usa essa "vaga" para fazer a rota Congonhas-Porto Seguro-Congonhas, que não se mostrou rentável.

No dia 4, o voo para Porto Seguro deixará de existir - será substituído pelo de Campinas.

Movimento. Doméstico, o Aeroporto de Congonhas já é o segundo mais movimentado do Brasil. Em 2011, chegou aos 16,7 milhões de passageiros transportados, atrás apenas do Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, que bateu o recorde de 29,9 milhões de passageiros.

Já o Aeroporto de Viracopos, inexpressivo até cinco anos atrás, bateu os 7,5 milhões de passageiros - um aumento de 40% em relação ao movimento registrado em 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário