quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Vendas de E-Jets em 2011 aumentaram 28%

Embraer Embraer entregou 105jatos comerciais e 99 executivos A Embraer entregou 32 jatos comerciais e 50 executivos durante o quarto trimestre de 2011 (4T11), encerrando o ano com 105 entregues para o mercado de aviação comercial e 99 para o de aviação executiva. Com relação às entregas futuras, um dos destaques em 2011 foi a venda de 124 jatos comerciais da família de E-Jets, que representa um aumento de 28% em relação ao resultado de 2010. A carteira de pedidos firmes a entregar (backlog) fechou o ano em USD 15,4 bilhões.

Nos três últimos meses de 2011, a Embraer fechou a venda de 45 E-Jets, dos quais 33 E190 (15 para o BOC Aviation, de Singapura; dez para o CIT Group, dos EUA; e seis para a GECAS, dos EUA; todas empresas de leasing; e dois jatos para a companhia aérea Hebei Airlines, da China) e 12 E195 (11 para a Azul, do Brasil; e um para a Jetscape, dos EUA). A Hebei Airlines tornou-se a mais nova operadora dos E-Jets, com o recebimento de dois E190, em dezembro. 

No segmento de aviação executiva, a Embraer anunciou a venda de 13 jatos executivos Legacy 650, da categoria large, para a Minsheng Financial Leasing, da China, e a nomeação do renomado artista e filantropo Jackie Chan para ser embaixador da marca. O mais novo produto da Empresa – o Legacy 500, da categoria midsize – foi apresentado pela primeira vez e iniciará em breve os ensaios em solo. Destaque especial no mês de dezembro para a inauguração do novo centro global de atendimento a clientes e para a entrega do primeiro Phenom 100, da categoria entry level, produzido nos Estado Unidos. O avião foi recebido pela Executive AirShare na fábrica de Melbourne, no Estado da Flórida.

A Embraer Defesa e Segurança reforçou a parceria com a indústria brasileira para o programa do jato de transporte militar e de reabastecimento KC-390, anunciando a seleção da AEL Sistemas, de Porto Alegre – RS, para fornecer mais três sistemas para a aeronave. O programa de desenvolvimento do jato de alerta aéreo antecipado e controle EMB 145 AEW&C para o governo da Índia, que encomendou três plataformas, também avançou, com o primeiro vôo da aeronave. No final de 2011, a Força Aérea dos Estados Unidos anunciou a seleção do Super Tucano para o programa LAS (Apoio Aéreo Leve). Fornecida por meio de uma parceria com a Sierra Nevada Corporation, a aeronave será utilizada para treinamento avançado em vôo, reconhecimento e operações de apoio aéreo. A assinatura de contrato de USD 355 milhões para o fornecimento de 20 aeronaves, incluindo apoio terrestre para treinamento de pilotos, manutenção e outros serviços requeridos, foi temporariamente suspensa no início de 2012 pelo governo dos EUA devido à contestação do resultado da licitação por parte da concorrente, a empresa norte-americana Hawker Beechcraft.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário