segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Aeroportos de Guarulhos, Campinas e Brasília são leiloados por R$ 24,5 bilhões

06/02/2012 - Agência T1

Os aeroportos de Guarulhos (Cumbica), Campinas (Viracopos) e Brasília (JK) foram leiloados nesta segunda-feira (06), na sede da BM&FBOVESPA, em São Paulo.

A assinatura dos contratos deverá ser feita até 45 dias após a homologação do leilão. No total, o governo arrecadou R$ 24.535.132.500 com os três terminais.

O aeroporto de Guarulhos recebeu R$ 16,213 bilhões pelo consórcio Invepar – ACSA, representado pela corretora Gradual. Valor cinco vezes maior do que o estabelecido pelo governo: R$ 3,4 bilhões. Um ágio de 373,5%.

A disputa mais acirrada ficou por conta do aeroporto de Brasília (JK), que foi arrematado por R$ 4.501.132.500 bilhões.

O lance foi feito pelo consórcio Inframerica Aeroportos, representado pela corretora Citi, teve um ágio de 673,30%. O valor mínimo do aeroporto estava estipulado em R$ 582 milhões.

Já o aeroporto de Campinas (Viracopos) recebeu a oferta de R$ 3,821 bilhões do Aeroportos Brasil, representado pela corretora Planner. Um ágio de 159,75%, considerando o valor inicial de R$ 1,5 bilhão estabelecido pelo governo.

Os prazos de concessões para os aeroportos serão: 20 anos para o de Guarulhos (SP), 30 anos para Viracopos (SP), e 25 anos para Brasília (DF). Os contratos só poderão ser prorrogados, uma única vez, por cinco anos.

Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro (Guarulhos/SP)

Preço mínimo: R$ 3,4 bilhões

Preço alcançado: R$ 16,213 bilhões

Prazo de concessão: 20 anos

Investimentos até a Copa do Mundo: R$ 1,38 bilhão

Investimentos totais: R$ 4,6 bilhões

Contribuição anual ao FNAC: 10% da receita bruta

Aeroporto Internacional Juscelino Kubistchek (Brasília/DF)

Preço mínimo: R$ 582 milhões

Preço alcançado: R$ 4,5 bilhões

Prazo de concessão: 25 anos

Investimentos até a Copa do Mundo: R$ 626,53 milhões

Investimentos totais: R$ 2,8 bilhões

Contribuição anual ao FNAC: 2% da receita bruta

Aeroporto Internacional de Viracopos (Campinas/SP)

Preço mínimo: R$ 1,5 bilhão

Preço alcançado: R$ 3,821 bilhões

Prazo de concessão: 30 anos

Investimentos até a Copa do Mundo: R$ 873,05 milhões

Investimentos totais: R$ 8,7 bilhões

Contribuição anual ao FNAC: 5% da receita bruta

Agência T1, Por Bruna Yunes

Nenhum comentário:

Postar um comentário