segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

TAM encerra 2011 com prejuízo de R$ 335,1 milhões

13/02/2012 - Valor, Letícia Casado

SÃO PAULO - A companhia aérea TAM registrou prejuízo de R$ 335,1 milhões no ano passado, ante lucro em 2010 de R$ 637,4 milhões. Em comunicado, a aérea informa que o resultado foi prejudicado principalmente por causa do aumento no preço do combustível.

“Em 2011, na comparação com o ano anterior, a TAM também registrou elevação de 21,3% nos gastos com combustível e de 10,1% no volume consumido, ao mesmo tempo em que o preço médio do WTI (West Texas Intermediate) aumentou 19,5%. Impactaram ainda o resultado final o aumento de 11,9% nos custos com tarifas de decolagem, pouso e navegação e de 15,8% com pessoal, em razão do crescimento de 5,6% do número de funcionários e do reajuste salarial de 8,75% aplicado a partir de dezembro de 2010.”

Outro fator que impactou seu resultado foi a apreciação do dólar, diz a TAM. “A forte apreciação do dólar durante o segundo semestre, que chegou a R$ 1,88 no final de 2011, causou o maior impacto na última linha do balanço. Apenas a título de comparação, uma variação cambial de dez centavos impacta os resultados financeiros da TAM em cerca de R$ 400 milhões, para mais (se há valorização do real) ou para menos (quando a moeda brasileira perde valor)”.

O lucro operacional da companhia aérea TAM ficou em R$ 977,1 milhões em 2011, mesmo patamar que em 2010, quando também atingiu R$ 977 milhões. A margem operacional ficou em 7,5%, um ponto percentual a menos do que na comparação com o ano anterior.

No ano passado, a receita bruta da empresa somou R$ 13,5 bilhões, 14,9% a mais que de 2010. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da TAM subiu 1,8%, para R$ 1,7 bilhão. O Ebitdar - dado que considera o aluguel de aeronaves – apresentou alta de 0,5%, para R$ 2,1 bilhões.

A TAM transportou 37,7 milhões de passageiros em 2011, 9,1% a mais de pessoas do que em 2010. Dentre os clientes da empresa, 31,8 milhões viajaram pelo Brasil (8,8% a mais que no ano anterior), e 5,8 milhões foram ao exterior (aumento de 10,6% sobre 2010).

4º trimestre

No quarto trimestre, o lucro líquido da TAM recuou 36,4%, para R$ 95,5 milhões. De acordo com a companhia aérea, entre outubro e dezembro, os gastos aumentaram, principalmente, em decorrência da alta dos preços dos combustíveis.

Em comunicado, a TAM informou que a companhia gastou R$ 1,2 bilhão no período, ou 31,6% a mais nesse quesito, “principalmente pelo aumento de 28% no preço médio por litro, que reflete a alta de 10,0% no preço do WTI  médio do trimestre contra o mesmo período do ano anterior; pela apreciação do dólar frente ao real em 6,1% na média do período e pelo aumento de 3,1% no volume consumido, devido ao aumento de 1,8% na quantidade de horas voadas”, diz a empresa.

Já o lucro operacional da companhia foi de R$ 297,9 milhões, 36,5% a mais do que no período de 2010, com margem de 8,3% e receita bruta de R$ 3,7 bilhões. No último trimestre do ano passado, o Ebitda ficou em R$ 485,9 milhões, 23,3% a mais que 2010. Já o Ebitdar alcançou R$ 611,9 milhões, alta de 20,7% sobre o ano anterior.

(Letícia Casado | Valor)

Nenhum comentário:

Postar um comentário