sexta-feira, 16 de março de 2012

Tarifa de embarque nos aeroportos sobe 4,4% a partir desta quinta

15/03/2012 - Diário de Pernambuco

Tarifa de embarque no Aeroporto Internacional do Recife passou para R$ 21,57, no caso dos voos domésticos.
 Os passageiros que trafegarem pelos aeroportos brasileiros, a partir desta quinta-feira, pagarão tarifas de embarque mais caras. Nos terminais de maior movimento, como o Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes-Gilberto Freyre, a taxa para os voos domésticos passou de R$ 20,66 para R$ 21,57. No caso dos voos internacionais, a tarifa que antes era de R$ 69,88 agora custa R$ 71,50. O aumento foi de 4,4%.

A tabela detalhada no site da Infraero aponta que, no caso dos aeroportos de categoria 2 - a exemplo do de Petrolina -, a taxa de embarque passou de R$ 16,23 para R$ 16,94. Em Fernando de Noronha (aeroporto enquadrado na categoria 3), o reajuste foi de 4,2%. De R$ 13,44, a tarifa doméstica passou a custar R$ 14,04.

A Infraero recebe 73,57% do montante arrecadado com as tarifas aeroportuárias em voos domésticos, enquanto 26,43% são repassados a outros órgãos governamentais, como o Programa Federal de Auxílio a Aeroportos e o Fundo Nacional de Aviação Civil. Quando se trata de voos internacionais, a arrecadação da Infraero cai para 39,15%, cabendo 60,85% a outros órgãos.

A Anac publicou no Diário Oficial da União uma resolução que prevê a aplicação do chamado "fator X" no reajuste das tarifas. O "fator X" reduz o reajuste ao compartilhar com os passageiros os ganhos de produtividade esperados para o setor.

De acordo com a agência, a aplicação do "fator X" permitiu que o reajuste da tarifa válido a partir de hoje caísse de 6,5% (inflação oficial apurada em 2011) para 4,4%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário