sábado, 2 de junho de 2012

Azul Trip passa TAM e Gol em dois aeroportos

31/05/2012 - Valor Econômico

Por Alberto Komatsu

A Azul e a Trip, que na segunda-feira anunciaram uma fusão societária para unificar suas operações, podem ultrapassar a TAM e a Gol em alguns dos principais aeroportos em que operam. Levantamento da Infraero feito a pedido do Valor, entre 1º de janeiro e 30 de abril, mostra que a operação combinada de Azul e Trip tem o maior volume de pousos e decolagens em cinco, de dez aeroportos em que atuam. Ao todo, elas voam para 96 cidades.

Em dois desses aeroportos, Confins (MG) e Vitória (ES), a participação conjunta das duas empresas supera a da TAM e a da Gol (ver ao lado). Mesmo sem considerar a união, Azul ou Trip já lideravam em outros três: Viracopos (Campinas), Pampulha (Belo Horizonte) e Cuiabá.

As duas aéreas permanecerão com as suas operações independentes até a negociação ser aprovada por autoridades reguladoras.

Clique na imagem para ampliar
 Executivos da Azul e da Trip têm dito que as duas empresas avançam acima da média do mercado porque operam mais em cidades de média densidade. São locais que têm crescimento maior de demanda do que os grandes centros.

Os dados de desempenho do setor aéreo de abril comprovam isso. A demanda doméstica combinada de Azul e Trip cresceu 55%, na comparação anual. TAM e Gol, no meio de um processo de redução de oferta, acumularam recuo de 2,47% no fluxo de passageiros no mesmo período. O mercado avançou 5,3% em abril.

Apenas em Confins Azul e Trip responderam por 35,74% dos pousos e decolagens de janeiro a abril. As duas ficam à frente da Gol (25,98%) e da TAM (13,97%). A Trip já tinha a maior operação em Cuiabá, com 19,04% de participação. Com os 4,02% da Azul, consolida a liderança, na frente da Gol (11,13%) e da TAM (10,04%).

Em Pampulha, só a Trip respondeu por 24,55% da operação. A Passaredo tem uma operação pequena, com dois voos diários. Esse aeroporto operava sob restrição, com aviões de até 50 assentos, de setembro de 2007 a março de 2010, quando uma portaria da Anac derrubou essa limitação. Agora, Anac, Infraero e Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) avaliam caso a caso pedidos de novos voos.

No Aeroporto Internacional de Viracopos, o centro de distribuição de voos da Azul, a operação conjunta das duas companhias, no primeiro quadrimestre, respondeu por quase 80% do movimento de pousos e decolagens, sendo 75,39% apenas da Azul.

Em outros aeroportos, a Azul e a Trip têm potencial para representar a segunda maior operação, à frente da TAM ou da Gol. É o caso de Campo Grande (MS). Lá, as duas companhias aéreas só ficam atrás da Gol, que respondeu por 25,98% do movimento de janeiro a abril.

Situação parecida acontece em Goiânia (GO), onde Azul e Trip ficaram com 14,44% dos pousos e decolagens. Só perdem para a operação da Gol, que representou 15,04% da operação daquele aeroporto. A TAM teve 10,6% da movimentação desse terminal nos quatro primeiros meses deste ano.

Em Curitiba (PR), o movimento combinado de Azul e Trip respondeu por 21,29% dos pousos e decolagens do aeroporto, ficando bem perto dos 22,08% da TAM. A Gol teve 29,65% da operação de janeiro a abril.

Nenhum comentário:

Postar um comentário