segunda-feira, 4 de junho de 2012

Econômico, avião é mais lento e barulhento

03/06/2012 - Folha de São Paulo

DE SÃO PAULO

Para muitos, turboélice é sinônimo de avião velho, ultrapassado. "Bom mesmo é jato, mais espaçoso, mais rápido", diz o pedreiro Luiz Carlos Irineu, 42, a bordo de um ATR 72-600 da Azul, durante um voo de Campinas para São José do Rio Preto, na quinta-feira passada.

"Mas compensa. Por R$ 116 ida e volta, é mais barato que ônibus."

Para rotas de até 800 km, os turboélices são 60% mais econômicos que os jatos, o que permite cobrar tarifas menores que as de ônibus e ainda obter lucro. Acima disso, além de reduzir a produtividade do avião, a demora pode afugentar passageiros.

O voo que a reportagem fez a Rio Preto (338 km) demorou uma hora e 20 minutos. De jato, saindo de São Paulo, leva cerca de 50 minutos. Os ATRs fazem 480 km/h, ante 840 km/h de um Embraer. Um Airbus ou um Boeing vão ainda mais rápido.

Por voar mais baixo -25 mil pés, ante 41 mil pés de um Embraer-, os turboélices estão mais sujeitos a turbulência. E a hélice torna o avião mais barulhento que os jatos.

As passagens dos repórteres
MARIANA BARBOSA e JORGE ARAÚJO foram pagas pela Azul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário