sábado, 2 de junho de 2012

Novo Jumbo voa pela primeira vez

31/05/2012 - IG

Versão remodelada do super jato, que manteve o posto de aeronave com maior capacidade de transporte de passageiros por 37 anos, é mais leve e econômica
Carol Gregnanin - enviada a Frankfurt

Divulgação

Novo Jumbo é versão remodelada do clássico jato que, por 37 anos, ocupou o posto de avião com capacidade de transportar mais passageiros do mundo

"O maior avião do mundo", o Boeing 747-8 ou Novo Jumbo, como vem sendo chamado com orgulho pela companhia aérea alemã Lufthansa, fará seu primeiro voo comercial na manhã desta sexta-feira. O voo seguirá sem escalas para Washington, nos Estados Unidos.

A aeronave, apresentada na tarde desta quinta-feira em Frankfurt, na Alemanha, é uma versão remodelada do clássico avião - ele é construído com materiais compostos, mais leves e resistentes - , que manteve o recorde de capacidade de transporte de passageiros por 37 anos, de 1970 a 2007, quando entrou em operação o A380, da concorrente Airbus. 

Saído do forno, o Novo Jumbo custou US$ 317,5 milhões. São quase 69m (68,7) de asa a asa, o que o transforma no mais largo avião que existe. Com a altura não é diferente, ele mede 19,4 metros, o equivalente a um prédio de seis andares, e tem capacidade de transportar 362 passageiros. Mas a grandeza da aeronave não para por ai.

"Entre as qualidades estão o menor consumo de combustível e a consequente menor emissão de gases tóxicos. Além disso, a chave do sucesso é oferecer qualidade, segurança e conforto durante o voo. Nossos funcionários são especialmente treinados para seguir esses três princípios e fazem a diferença", disse o CEO da Lufthansa German Airlines, Carsten Spohr.

A Lufthansa ficou tão satisfeita com as qualidades do modelo que já encomendou mais 19. Serão entregues cinco por ano, até 2015. Até o final do ano, voarão mais quatro Novos Jumbos e as rotas já estão fechadas: Nova Deli e Bangalore, na Índia, e Chicago e Los Angeles, nos Estados Unidos. "Estamos orgulhosos e convencidos de que será uma ótima parceria", afirmou Spohr.

Existe a expectativa de que um dos novos Boeings assuma rotas para Rio de Janeiro, São Paulo, Buenos Aires (Argentina) e Cidade do México, já que são os destinos mais requisitados na América Latina.

(A repórter viajou a convite da Lufthansa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário