terça-feira, 31 de julho de 2012

Avianca volta a operar em Passo Fundo após liberação do aeroporto

30/07/2012 - Jornal de Turismo

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) suspendeu, na última sexta-feira (27/07), a restrição de operações no Aeroporto Lauro Kurtz (Passo Fundo, no Rio Grande do Sul), resultante das vistorias realizadas nos dias 16 e 17/07/2012. Nessas inspeções foram verificadas as condições da pista de pouso e decolagem, do pátio das aeronaves e da seção contra incêndio, além de questões relacionadas à segurança operacional e contra atos de interferência ilícita.

A restrição, iniciada no dia 25/07, foi motivada por não conformidades na seção contra incêndio que poderiam comprometer a operação de aeronaves que devem operar na categoria contra incêndio quatro ou superior. Como o operador implementou as correções necessárias paras a retomada das operações, a restrição pode ser suspensa.

Os demais aspectos observados nas vistorias e que precisam de adequação não prejudicam os voos do aeroporto, mas também deverão ser corrigidos. O resultado das inspeções foi comunicado ao operador aeroportuário em 19/07/2012 e a ANAC havia concedido prazo de cinco dias (vencido em 24/07/2012) para adoção de providências cabíveis, especialmente quanto à seção contra incêndio. A Avianca, principal companhia com operações regulares no aeroporto, também havia sido informada previamente sobre a possibilidade de restrição das operações.

A suspensão da restrição ocorreu em função da adequação do serviço contra incêndio, o que possibilita garantir a segurança das operações de aeronaves de maior porte. Atualmente, o aeroporto recebe voos regulares das empresas Avianca e NHT. As operações da NHT não sofreram restrições devido ao porte de suas aeronaves. A Avianca opera dois voos de ida e volta para o aeroporto de Guarulhos (um de segunda a sexta e o outro aos domingos).

Durante a vigência da restrição, as companhias tiveram que atender os passageiros que possuíam bilhetes comprados, conforme previsto na Resolução nº. 141/2010 da ANAC, que estabelece os direitos dos passageiros tais como assistência material e acomodação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário