domingo, 1 de julho de 2012

Brasil pode chegar a 200 aeroportos regionais até 2014 25/06/2012 - O Globo Atualmente, país conta com 128 aeroportos no interior REUTERS SÃO PAULO — O ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt, disse nesta segunda-feira que o número de aeroportos regionais no Brasil poderá saltar dos atuais 129 para 200 em 2014. — Os aeroportos regionais são uma prioridade. Estamos discutindo isso no governo e esse trabalho está em definição — afirmou em coletiva de imprensa, após participar de evento em São Paulo. Bittencourt ressaltou que o Plano de Aviação Regional, que irá determinar os investimentos a serem realizados na expansão dos aeroportos além do número de aeroportos regionais, ainda não foi concluído. — As companhias aéreas querem voar para esses aeroportos. Nós temos que identificar esses aeroportos, e ver quais as estratégias para fazer uma melhor cobertura nacional. Isso é o que estamos discutindo agora. A forma de fazer isso, pode ser por meio de investimentos da Infraero, ou por meio de investimentos dos Estados e Municípios — disse. O ministro disse ainda que não há uma decisão sobre concessão de mais aeroportos à iniciativa privada. Neste ano, o governo realizou um leilão para concessão dos aeroportos de Guarulhos e Viracopos, no Estado de São Paulo, e de Brasília. — Os aeroportos que eram mais sensíveis já foram concedidos. Agora a concessão é uma alternativa de investimento no setor e não existe nenhuma decisão sobre concessão de novos aeroportos — disse. Bittencourt garantiu que os investimentos previstos pela Infraero nos demais aeroportos são suficientes para atender as necessidades do setor até a Copa do Mundo de 2014. — São quatro aeroportos (concedidos) e mais investimentos em outros 62 aeroportos. Em todos os aeroportos da Copa estão sendo feitos investimentos para atender as necessidades da Copa. Nenhum está com as obras atrasadas — afirmou ele, ressaltando que todas as obras previstas serão entregues até dezembro de 2013.

25/06/2012 - O Globo

Atualmente, país conta com 128 aeroportos no interior

REUTERS

SÃO PAULO — O ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt, disse nesta segunda-feira que o número de aeroportos regionais no Brasil poderá saltar dos atuais 129 para 200 em 2014.

— Os aeroportos regionais são uma prioridade. Estamos discutindo isso no governo e esse trabalho está em definição — afirmou em coletiva de imprensa, após participar de evento em São Paulo.

Bittencourt ressaltou que o Plano de Aviação Regional, que irá determinar os investimentos a serem realizados na expansão dos aeroportos além do número de aeroportos regionais, ainda não foi concluído.

— As companhias aéreas querem voar para esses aeroportos. Nós temos que identificar esses aeroportos, e ver quais as estratégias para fazer uma melhor cobertura nacional. Isso é o que estamos discutindo agora. A forma de fazer isso, pode ser por meio de investimentos da Infraero, ou por meio de investimentos dos Estados e Municípios — disse.

O ministro disse ainda que não há uma decisão sobre concessão de mais aeroportos à iniciativa privada. Neste ano, o governo realizou um leilão para concessão dos aeroportos de Guarulhos e Viracopos, no Estado de São Paulo, e de Brasília.

— Os aeroportos que eram mais sensíveis já foram concedidos. Agora a concessão é uma alternativa de investimento no setor e não existe nenhuma decisão sobre concessão de novos aeroportos — disse.
Bittencourt garantiu que os investimentos previstos pela Infraero nos demais aeroportos são suficientes para atender as necessidades do setor até a Copa do Mundo de 2014.

— São quatro aeroportos (concedidos) e mais investimentos em outros 62 aeroportos. Em todos os aeroportos da Copa estão sendo feitos investimentos para atender as necessidades da Copa. Nenhum está com as obras atrasadas — afirmou ele, ressaltando que todas as obras previstas serão entregues até dezembro de 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário