quinta-feira, 5 de julho de 2012

Emirates comemora sucesso do voo Rio-Dubai com 75% de lotação

03/07/2012 - Mercado & Eventos, Rafael Massadar

Na manhã desta terça-feira, dia 3, a Emirates reuniu a imprensa especializada para comemorar os seis meses de operação no Rio de Janeiro. Desde que foi inaugurado, o voo transportou 22 mil passageiros e 706 mil quilos de carga para Dubai, e outras 19 mil pessoas para a capital argentina. 

"O voo encontra-se com 70 a 75% de lotação. Estamos muito satisfeitos com esses números, mas estamos com nossa equipe em diversos pontos da América do Sul para divulgar ainda mais a Emirates em outras cidades", disse o diretor-geral da Emirates Airline no Brasil, Ralf Aasmann.

A frequência diária da Emirates do Rio de Janeiro para Dubai abriu as portas de 173 destinos no mundo para passageiros e empresas. Viajantes de negócios estão aproveitando a malha aérea da companhia para voar até destinos na Ásia e no Oriente Médio, com destaque para China e Japão. Turistas a lazer curtem Dubai e ainda podem chegar às ilhas do Oceano Índico, à Tailândia ou à Austrália com apenas uma escala. 

Com o voo, o Rio também está ligado a Buenos Aires, dando aos viajantes a oportunidade de experimentar um serviço de qualidade acima da média entre as duas principais cidades da América do Sul. "O perfil é metade de executivos e a outra de turistas. O interessante nisso é que a pessoa que viaja tem a oportunidade de contar com o nosso serviço ICE disponível para todos os passageiros sem qualquer custo, com 1.200 canais que passam dos últimos lançamentos de filmes, séries e músicas até as manchetes da BBC ao vivo", cita Ralf Aasmann.

Empresas exportadoras também utilizam a rota para impulsionar o comércio com mercados importantes em todo o mundo, incluindo China e Coreia. Nesses seis primeiros meses, cerca de 706.000 quilos de carga foram transportados entre Rio e Dubai, o que equivale a quatro toneladas por voo. "O mercado para cargas no Rio de Janeiro não é muito grande, mas os números são excelentes."

Novos voos - A malha aérea da Emirates continua a crescer a um ritmo impressionante - até agora em 2012, a companhia adicionou Dublin (Irlanda), Harare (Zimbábue), Lusaka (Zâmbia), Ho Chi Minh (Vietnã). Hoje, inaugura a rota para Barcelona (Espanha) e dia 9, para Lisboa (Portugal). Até setembro, lançará voos para Erbil (Iraque) e Washington DC (EUA). 

Copa do Mundo - A parceria entre Emirates e FIFA teve início na Copa do Mundo da FIFA 2006, quando a empresa se tornou a primeira companhia aérea a patrocinar o prestigiado evento esportivo. Seguindo o sucesso do torneio na Alemanha, a Emirates consolidou o seu status como parceiro oficial da entidade até a Copa do Mundo da FIFA 2014. Porém Ralf Aasmann limitou-se em dizer que não vislumbra novas frequências para o país. Lembrando que o evento dura apenas um mês. "Talvez fretaremos voos. Estaremos presentes e vamos fazer eventos."

A380 - A companhia aérea Emirates já recebeu a autorização para operar o avião A380, o maior do mundo, no aeroporto de Guarulhos (SP). O aeroporto possui duas pistas, com 3,7 quilômetros e 3 quilômetros. Juntas, elas recebem, em média diária, 650 operações de pousos e decolagens de aeronaves, segundo a Infraero. Mas para o exevutivo isso ainda não é suficiente para receber o A380. "Ainda existem algumas restrições para voarmos com o A380 aqui no Brasil. Precisamos de melhorias nas pistas até ampliação das esteiras no aeroporto."

Novos mercados - Em relação a novas bases na América do Sul, Ralf Aasmann destacou que a Emirates prefere crescer ainda mais no Brasil e Argentina e depois expandir. "Estamos de olho no mercado. Sempre estivemos. Já fizemos uma aproximação com o Paraguai e a Colômbia, mas só para conseguirmos mais voos. Se um dia tivermos uma nova base, aposto na Colômbia."

Nenhum comentário:

Postar um comentário