quinta-feira, 26 de julho de 2012

Voos são suspensos no norte do Estado

26/07/2012 - Zero Hora

Decisão da Anac proíbe parte dos pousos e decolagens em Passo Fundo
Viajantes que deviam partir do aeroporto Lauro Kourtz em Passo Fundo, no norte do Estado, foram surpreendidos ontem com a interdição do local para voos com mais de 20 passageiros. A medida foi tomada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) após vistoria.

Mais de 60 passageiros que viajariam a São Paulo foram transportados de van pela empresa Avianca para embarcar em Porto Alegre. A partir de hoje, quem tiver passagens já compradas pode remanejar os voos para o aeroporto de Chapecó (SC), a cerca de 240 quilômetros de Passo Fundo. Por dia, 76 pessoas seguiam pela companhia até São Paulo.

– Temos prejuízo imenso a nossa imagem, mas o maior transtorno é para os passageiros – destaca Tarcísio Gargioni, vice-presidente comercial e de marketing da Avianca.

A assessoria da Anac informou ontem que a interdição ocorreu após vistoria realizada nos dias 16 e 17 de julho. O principal problema foi na segurança operacional contra incêndios, o que poderia comprometer a operação de aeronaves.

A decisão foi tomada após o prazo concedido pela Anac para adaptações ter vencido na terça-feira sem que nada fosse feito. Apesar da interdição, aeronaves de menor porte, como as operadas pela NHT, estão autorizadas a pousar e decolar no aeroporto.

O diretor do Departamento Aeroportuário do Estado, Roberto Carvalho Netto, passou a tarde em reunião na tentativa de reverter a situação, que persistia até o início da noite.

O que fazer
Quem já comprou passagem deve fazer contato com a Avianca para remarcar ou agendar transporte. É possível remanejar o voo para Chapecó (SC) ou Porto Alegre.


Com o impasse, passageiros que voariam até São Paulo precisaram ser remanejados
por companhia

Nenhum comentário:

Postar um comentário