terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Voos crescem fora do eixo Rio-São Paulo, diz Anac

13/01/2013 - A Gazeta de Alagoas

O propulsor desse movimento é o aumento da renda no País nos últimos anos
Por: GLAUBER GONÇALVES
AGÊNCIA ESTADO

Rio – A oferta de voos internacionais nos aeroportos fora do eixo Rio-São Paulo mais que quadruplicou entre 2000 e 2012, conforme a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Embora os aeroportos de Guarulhos (SP) e do Galeão (RJ) continuem sendo as principais portas de entrada no País, a quantidade de voos semanais do Brasil para o exterior que não passam por eles saltou de 44 para 188 no período.

O propulsor desse movimento é o aumento da renda no País nos últimos anos. Diante de uma demanda potencial que justifica voos em outras praças, as companhias aéreas, especialmente as internacionais, resolveram lançar operações em destinos como Porto Alegre e Manaus. "Esses aeroportos começaram a criar um volume de passageiros que justifica mais voos internacionais", explica o especialista em transporte aéreo Anderson Correia.

A saturação de Guarulhos potencializou o movimento. O aeroporto internacional de São Paulo recebeu 30 milhões de passageiros em 2011, acima de sua capacidade de 24,9 milhões, de acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Isso acabou empurrando voos internacionais para outros Estados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário