domingo, 14 de abril de 2013

Azul quer ampliar operação para 110 aeroportos este ano

11/04/2013 - O Estado de S.Paulo

LUCIANA COLLET E WLADIMIR D'ANDRADE

Agencia Estado

SÃO PAULO - A Azul pretende ampliar sua operação para 110 aeroportos até o final do ano, reiterou nesta quinta-feira o gerente geral de Infraestrutura da companhia, Paulo de Campos Brochini. Atualmente a companhia aérea opera 103 aeroportos, "enquanto nossos concorrentes operam para cerca de 50 aeroportos", disse, em evento sobre infraestrutura em São Paulo. Ele ponderou que suas principais concorrentes, como TAM, Gol e Avianca, têm como estratégia operar preponderantemente para capitais, enquanto a estratégia da Azul são os voos regionais.

Brochini destacou o uso de aeronave menores como um dos principais diferenciais da companhia. "A maioria dos aviões são para entre 60 e 119 passageiros, o que resulta em uma maior taxa de ocupação", comentou. Ele citou, particularmente, os aviões turboélices, que consomem menos combustível. "Esse é outro diferencial, já que combustível é um dos principais custos das companhias aéreas.".

O gerente da Azul avaliou como oportunidade o plano de investimentos em aeroportos anunciado no ano passado pelo governo. "Todos os aeroportos precisam de algum investimento em infraestrutura", avaliou.

Ele citou com entusiasmo a concessão à iniciativa privada de Viracopos, hub da companhia. "É uma boa oportunidade para nós, já sentimos uma melhoria muito forte", disse.

A companhia aguarda, no entanto, as principais melhorias, como o novo pátio de aeronaves. Segundo Brochini, atualmente a Azul utiliza o terminal de carga como apoio para a operação de passageiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário