quarta-feira, 10 de abril de 2013

Embraer quer assinar 1.º contrato de novo avião em 2014

09/04/2013 - O Estado de S.Paulo

VINICIUS NEDER - Agencia Estado

RIO - A Embraer espera assinar o primeiro contrato comercial de venda do avião de carga militar KC-390 no primeiro trimestre de 2014, anunciou nesta terça-feira o presidente da Embraer Defesa e Segurança, Luiz Carlos Aguiar. De acordo com Aguiar, a Força Aérea Brasileira (FAB) já certificou dois protótipos do avião, que deverá fazer o primeiro voo no fim de 2014. O projeto de desenvolvimento recebeu US$ 2 bilhões em investimentos.

"Esse processo, a partir de agora, faz com que tenhamos condição de ir ao mercado e oferecer essa aeronave. Somos capazes de começar a fechar contratos", afirmou, durante a Laad, feira de negócios do setor de segurança e defesa realizada no Rio. Aguiar não confirmou preços para o aparelho, pois os valores dependem das necessidades dos clientes em potencial. Mas disse que o preço será competitivo em relação à concorrência. Segundo Aguiar, no mercado, os preços variam de US$ 90 milhões a US$ 120 milhões por aeronave. A Embraer cobrará menos que isso, garantiu Aguiar.

Segundo Paulo Gastão, vice-presidente da Embraer Defesa e Segurança responsável pelo projeto, o estudo que balizou a proposta aponta, com dados atualizados, para um mercado de US$ 50 bilhões, considerando apenas o potencial de reposição de 728 aeronaves, em 77 países. Gastão destacou que as atividades de desenvolvimento do projeto começaram há quatro anos. De acordo com o executivo, na Laad de 2007, a companhia anunciou estudos sobre o KC-390 e, na edição de 2009 da feira, assinou do contrato de desenvolvimento da aeronave com a FAB. O comandante da FAB, brigadeiro Juniti Saito, estava presente , ao lado de executivos da Embraer Defesa e Segurança, mas não deu declarações. A Embraer fará mais anúncios nesta quarta-feira (10) , com a possível presença do ministro da Defesa, Celso Amorim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário