quarta-feira, 29 de maio de 2013

Avião gigante pousa em Campinas

29/05/2013 - O Estado de S.Paulo

Aeronave da Atlas Air, fabricada pela Boeing, fez teste em Viracopos para receber autorização da Anac; liberação de voo deve levar uma semana
Ricardo Brandt / CAMPINAS

ÉRICA DEZONNE/AAN
Maior do mundo. O avião 747-8F, da Boeing, tem 76,3 metros de comprimento

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, recebeu, ontem, o maior avião em circulação no mundo fabricado pela Boeing: o 747-8F. É a primeira vez que a aeronave, com 76,3 metros de comprimento, pousa no Brasil. A motivo da “visita” foi a realização de testes, por parte da companhia americana Atlas Air, para homologação do terminal na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para receber o cargueiro comercialmente.

Os modelos 747-8 da Boeing dividem com o A-380 da Airbus o título de maiores aviões do mundo com versões também para passageiros. “Assim que tivermos a homologação, que esperamos para a próxima semana, vamos começar a voar toda terça-feira com o 747-8F por Viracopos”, afirmou o diretor da Atlas Air para o Brasil, Luis Fernando Del Valle.

A empresa tem sete modelos do 747-8F, de uma frota de 48 aeronaves da Boeing. “Transportamos 20% mais carga com ele, com uma economia de 15% de combustível, com 20% menos barulho. Já operamos por Viracopos e temos demanda para operar com o 747-8F agora por Campinas e em outras localidades”, diz Del Valle.

Além do aeroporto de Viracopos – maior terminal de cargas do País –, a Atlas solicitou à Anac liberação para usar o jumbo em Brasília, no Rio de Janeiro, em Cabo Frio, Curitiba, Natal e Petrolina.

O voo de teste é apenas uma das etapas para a liberação concedida pela Anac. Para receber o gigante, Viracopos teve que passar por adequações. Foram removidos obstáculos laterais da pista, como pontos de sinalização e caixas de passagem. Além disso, a pintura da pista de taxiamento teve que ser alargada.

Foram feitas adequações de procedimentos de segurança e de operação também. Tudo para receber a aeronave da categoria F, que deve ter de uma extremidade a outra da asa entre 65m e 80m.

“Dopontodevistadopavimento da pista e da área para estacionamento o aeroporto estava dentro dos padrões”, explicou o diretor de Operações da concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, Marcelo Mota.

Raridade. Existem 41 aeronaves como essa voando pelo mundo – 35 cargueiros e 6 de passageiros, chamados de Intercontinental, com capacidade para até 550 passageiros. O modelo de carga tem capacidade para transportar 135 toneladas.

“É o modelo mais moderno voando no mundo. Ele tem as vantagens de transportar muito mais, gastando menos e com tecnologia sem igual”, explica Evanicio Costa, representante da Boeing.

O avião que fez o teste em Viracopos partiu de Miami e seguiria para Quito, no Equador, onde também faz um teste de pouso.

A Anac aprovou o teste de pouso em Viracopos, mas exigiu que ele fosse feito com o cargueiro vazio.“É um prejuízo alto para a empresa, mas temos interesse em liberar logo a operação com a aeronave”, afirmou o diretor da Atlas Air, Luis Fernando Del Valle.

O diretor-presidente da Aeroportos Brasil, Luiz Alberto Küster, afirmou que vai levar na próxima terça-feira o relatório do teste de pouso para a Anac. “Esperamos que a partir da próxima semana já seja liberada a operação de voos por Viracopos. Todos os ajustes foram efetuados e entendemos que o aeroporto está apto a receber o 747-800.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário