sábado, 11 de maio de 2013

Movimentação do aeroporto de Chapecó cresce 69% no último trimestre

07/04/2013 - Diário Catarinense

Terminal registrou 89 mil embarques e desembarques de janeiro a março
Darci Debona
darci.debona@diario.com.br


Aeroporto Serafim Enoss Bertaso de Chapecó
Foto: Sirli Freitas / Agencia RBS

O movimento de passageiros no aeroporto Serafim Enoss Bertaso, de Chapecó, está alçando voo. No primeiro trimestre deste ano foram 89.864 embarques e desembarques, um crescimento de 69% em relação ao mesmo período do ano passado.

Isso que o período de janeiro a março do ano passado nem foi afetado pela interdição para a reforma da pista, que consumiu 75 dias entre abril e julho de 2012. Para o presidente da Associação Comercial de Chapecó, Maurício Zolet, o aumento é reflexo do maior número de opções de voos e a facilidade de deslocamento pelo ar.

Uma viagem por rodovia até Florianópolis leva entre sete e oito horas. De avião, são apenas 45 minutos. Essa mobilidade estimulou empresários virem a Chapecó, pois fica até mais fácil do que ir para Joinville ou Criciúma pela BR-101, segundo Zolet. O presidente da Acic disse que o aeroporto também aproximou a cidade dos grandes centros do país.

Graças a essa facilidade, empresários das principais cidades brasileiras e até de outros países aumentaram a frequência de viagens para a região Oeste. O administrador do aeroporto de Chapecó, Eglon Buraseska, estima que 70% do movimento no aeroporto é relacionado à trabalho ou negócios.

O empresário José Tessari, dono de uma empresa de pré-moldados, viaja duas vezes por semana para São Paulo. Ele atribui o grande movimento ao crescimento da cidade, ao maior número de voos e à abrangência de passageiros do Oeste de SC, Norte do Rio Grande do Sul e Oeste do Paraná. Chapecó tem o principal aeroporto em um raio de 300 municípios.

Para o médico veterinário Vitor Hugo Sartori, que viaja a trabalho uma vez por mês para o Brasil e o exterior, houve melhora na infraestrutura do aeroporto e também no número de voos.

::Prefeitura tem projeto para um novo terminal

Atualmente Chapecó tem seis voos diários para Florianópolis (com conexão para São Paulo), dois para Porto Alegre e um para Campinas. Há previsão de um novo voo para Campinas e estão em avaliação voos para Navegantes e Curitiba.

O prefeito de Chapecó, José Cláudio Caramori, avaliou que o crescimento é fruto também do investimento do poder público e do esforço de Chapecó, que é quem administra a estrutura. Em parceria com os governos do Estado e federal, foram investidos cerca de R$ 40 milhões nos últimos oito anos. Somente na reforma da pista, realizada no ano passado, consumiu R$ 100 milhões. Houve ainda o cercamento, ampliação do pátio e ampliação da área administrativa.

A prefeitura de Chapecó elaborou o projeto de um novo terminal de passageiros, com capacidade para 500 pessoas, quatro plataformas de acesso direito ao avião e pistas de taxiamento. A primeira etapa custa R$ 35 milhões e a expectativa é que o projeto seja licitado ainda no primeiro semestre, com recursos dos governos catarinense e federal.

DIÁRIO CATARINENSE

Nenhum comentário:

Postar um comentário