segunda-feira, 29 de julho de 2013

Em Paris, Dilma anuncia plano para 800 aeroportos regionais

13/12/2012 - Folha de São Paulo

A presidente Dilma anunciou ontem que o governo pretende lançar um grande programa para construir 800 aeroportos regionais nos próximos anos -informação que a equipe técnica em Brasília não conseguia confirmar.

Sem detalhes prazos ou custos da criação dos terminais, Dilma disse que a meta é oferecer transporte aéreo a todas as cidades médias.

Porém, pela promessa de Dilma as cidades pequenas necessariamente terão que ser contempladas: apenas 283 municípios têm mais do que 100 mil habitantes.

O plano em formulação no governo prevê ampliar de 146 para 200 o número de aeroportos regionais. Para chegar ao total de 800, é preciso incluir na conta os aeródromos, que não têm capacidade para receber voos regionais.

Dilma afirmou que o país tem dimensões continentais e enfrenta um gargalo de infraestrutura. "Em algumas regiões só tem uma forma de chegar, é [por] aeroporto. Queremos que as cidades com até 100 mil habitantes tenham um aeroporto em torno de 50, no máximo 60 quilômetros delas. É uma necessidade também importante para o crescimento do país."

Poucos dias depois do anúncio do fim da Webjet, que reforçou a concentração do setor no duopólio TAM-Gol, Dilma disse que incentivará o fortalecimento da aviação regional "diferenciada da aviação de longo alcance".

"Temos de interiorizar o transporte aeroviário no Brasil. Precisamos de médias empresas regionais de aviação."

Ainda no setor de infraestrutura, Dilma prometeu unificar os órgãos que atuam nos portos e concluir em 2013 "praticamente todas" as licitações de ferrovias.

Ela ouviu apelos dos empresários para priorizar a tecnologia francesa na licitação do trem de alta velocidade que ligará o Rio a São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário