segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Aeroporto regional retoma obras de ampliação

09/04/2013 - O Povo - CE

Orçadas em R$ 2,1 milhões, as obras iniciarão ainda este mês e estão previstas para entrega em 22 de julho

DEIVYSON TEIXEIRA

Segundo Infraero, o aeroporto de Juazeiro possui capacidade para
receber 150 mil passageiros por ano, mas é bastante sobrecarregado

As obras de ampliação do Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, em Juazeiro do Norte (493,4 km de Fortaleza), serão retomadas na segunda quinzena deste mês. A nova licitação, homologada hoje, garante a construção de dois Módulos Operacionais de Passageiros (MOPs), compostos por salas de embarque e desembarque, pela empresa vencedora, a baiana Life Construtora. A reforma, orçada em R$ 2,1 milhões, deverá ser entregue no próximo 22 de julho, data em que a cidade comemora 102 anos.

Atualmente, de acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Portuária (Infraero), o aeroporto de Juazeiro possui capacidade para receber 150 mil passageiros por ano, tendo registrado, em 2012, um movimento de 451 mil. Com a ampliação, o espaço deverá comportar cerca de 800 mil passageiros anualmente. "Com a conclusão dos dois módulos e algumas reformas internas no terminal de passageiros, creio que vamos conseguir atender a nossa demanda", avalia Roberto Germano, superintendente do aeroporto Orlando Bezerra de Menezes.

Roberto Celestino, secretário de Desenvolvimento Econômico e Turístico de Juazeiro do Norte, classifica a obra de ampliação como "emergencial e provisória". "Essa era uma obra para atender a essa demanda urgente. Para se ter ideia, o nosso terminal é o que transportou (em 2012) mais passageiros por metro quadrado no Brasil", diz. Segundo Celestino, a intenção é que seja construído um futuro terminal de passageiros, com capacidade para 1,5 milhão de pessoas e início das obras previsto para 2015.

Além disso, informa o secretário, o aeroporto de Juazeiro também receberá uma reforma em sua pista de pouso, a ser realizada com recursos provenientes do plano de investimentos do Governo Federal para a aviação regional, através da Secretaria de Aviação Civil (SAC). "Apesar de precisarmos de um terminal de passageiros maior, o que precisamos mais é de uma melhoria na nossa pista. É uma pista que não permite descer nem o menor avião cargueiro em operação no Brasil. Ainda assim, Juazeiro transporta muita carga nacional através do aproveitamento dos porões em aeronaves de passageiros", completa Celestino.

Obras abandonadas

As obras de ampliação do aeroporto Orlando Bezerra de Menezes estavam paradas desde meados do ano passado, quando a empresa Eurobravin, construtora responsável pelo projeto, abandonou a reforma, que possuía prazo de entrega estipulado para setembro de 2012.

Segundo a Infraero, a empresa descumpriu o que estava previso no edital de licitação e teve o seu contrato cancelado.

ENTENDA A NOTÍCIA

Paradas desde meados de 2012, as obras de ampliação do aeroporto Orlando Bezerra de Menezes serão retomadas na segunda quinzena deste mês. Aeroporto terá capacidade para receber até 800 mil passageiros/ano.

Saiba mais

O aeroporto Orlando Bezerra de Menezes atende as regiões centro sul do Ceará, noroeste de Pernambuco, alto sertão da Paraíba e sudoeste do Piauí.

Apenas no primeiro trimestre de 2013, de acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Portuária (Infraero), o aeroporto recebeu, entre embarques e desembarques, 91.962 passageiros.

Atualmente, três empresas operam no aeroporto de Juazeiro: a Gol, a Azul e a Avianca, responsáveis por seis voos regulares. A partir de 29 de abril, a Trip também passará a operar com mais dois voos.

A Infraero é a responsável, desde março de 2012, pela manutenção, administração, operação e exploração do aeroporto Orlando Bezerra de Menezes. Antes, a responsabilidade cabia ao Governo do Estado do Ceará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário