domingo, 4 de agosto de 2013

Azul Linhas Aéreas inicia operação em Passo Fundo

21/06/2013 - Jornal do Comércio - RS

Companhia estreou voo diário entre a cidade gaúcha e Campinas

gabriela di bella/arquivo/jc

Passagens para a nova linha já estão disponíveis nos canais de venda

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras iniciou ontem suas operações em mais um destino do Rio Grande do Sul: Passo Fundo. A cidade gaúcha passa agora a ser atendida diariamente pela companhia com dois voos diários a Campinas, sendo que a segunda frequência terá início em 15 de julho. A novidade é mais uma ação que reforça a presença da Azul no Sul do País, ligando a região de Passo Fundo ao Brasil por meio de Viracopos.

"Os voos entre Passo Fundo e Campinas reafirmam ainda mais o nosso compromisso com o estado, juntando-se a outras rotas recentemente implantadas ou reforçadas, como Porto Alegre-Pelotas, Porto Alegre-Londrina, Porto Alegre-Maringá e Porto Alegre-São Paulo (Guarulhos e Viracopos). Elas possibilitam que nossos Clientes realizem conexões para os quatro cantos do País, já que a Azul oferece mais de 50 opções de destinos em Viracopos, com horários muito convenientes", afirma Marcelo Bento, diretor de Planejamento e Alianças. A partir de Campinas, a Azul oferece ônibus gratuitos para quatro pontos convenientes da capital paulista.

As passagens já estão disponíveis em todos os canais de venda da companhia com tarifas a partir de R$ 199,90. Para marcar sua chegada na cidade, a companhia realizará na próxima quarta-feira, dia 26, um voo panorâmico, de aproximadamente 45 minutos de duração, sobre a região de Passo Fundo.

Na ocasião, serão convidados autoridades, agentes de viagens, empresários e imprensa em conjunto com representantes da diretoria da companhia. No voo, os convidados terão a oportunidade de experimentar o moderno turboélice ATR 72-600, além de conhecer o serviço de bordo, o espaço interno e o atendimento diferenciado da Azul.

A Azul também anunciou que reformulou seu programa de vantagens Tudo Azul, seguindo a tendência já observada em outros programas de fidelização do País. A expectativa da companhia é de que a mudança favoreça a expansão do número de parceiros e de membros.

A meta é triplicar as parcerias até o fim do ano e aumentar em 60% o número de passageiros cadastrados no programa, atingindo 4 milhões de usuários. Atualmente, existem 2,5 milhões de participantes, que representam menos de um quarto dos clientes da Azul, conforme informou o gerente de CRM e Loyalty da Azul, Claudio Albe Janti.

Na versão anterior, o cliente acumulava um crédito correspondente a um percentual do valor gasto com a passagem - 5% no caso do membro padrão e 10% para o membro da versão premium do programa, o "Tudo Azul Safira". A cada R$ 50 acumulados, o cliente poderia obter um voucher que daria direito ao desconto na compra da próxima passagem. A partir de agora, o programa unificou a "moeda" e passou a utilizar a unidade mais comum no segmento de fidelização, a de pontos.

O novo modelo prevê que para cada real gasto o cliente poderá acumular pontos que podem chegar a cinco vezes o total pago na passagem, dependendo do tipo de tarifa (se promocional ou flex) e da categoria de programa do usuário. A Azul passará a oferecer passagens aéreas a partir de cinco mil pontos o trecho.

Janti salienta que não haverá restrição no volume de passagens vendidas através do programa por voo, ou seja, todas as passagens disponíveis no website da companhia poderão ser adquiridas por meio de pontos. A validade dos pontos acumulados também mudou. Agora, eles valem por dois anos e não mais por um ano

Nenhum comentário:

Postar um comentário