sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Brasil segue entre os que mais crescem na aviação doméstica

08/01/2015 - Panrotas

Alex Souza 

A Iata divulgou há pouco os resultados da aviação comercial em novembro. No geral, entre nacional e internacional, a quantidade de passageiros por quilômetros transportados (RPK) cresceu 6% e a capacidade, medida pelo número de assentos disponíveis por quilômetros (ASK), 5,4%. A taxa média de ocupação atingiu 76,7%.

Entre os mercados domésticos, destaques para os crescimentos de China (15,4% no RPK e 11,3% na ASK), Índia (14,2% e 2,4%), Rússia (8% e 6,5%) e Brasil (7,7% e 5,4%). O melhor índice de ocupação foi registrado pelos Estados Unidos, com 81,4%, seguido pelo Brasil, com 81,2%. 

"A indústria está investindo na melhora da experiência do passageiro. Este ano esperamos implementar o NDC (New Distribution Capability), que dará aos viajantes a possibilidade de visualizar e adquirir todos os produtos e serviços oferecidos pelas companhias aéreas", analisa o CEO da associação, Tony Tyler. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário