terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Diretor da Air Europa explica fim do voo Salvador-Santiago

30/1/2015 - Panrotas

Maria Izabel Reigada

MADRI – Cancelado a partir de março, o voo da Air Europa entre Salvador e Santiago, no Chile, continuação da operação que parte de Madri para a capital baiana, deu prejuízos de US$ 10 milhões em seu único ano de operações. Segundo o diretor geral da Air Europa no Brasil, Enrique Martín-Ambrosio, o voo foi mantido por tempo o bastante para que sua viabilidade fosse testada. "Um ano inteiro é uma operação longa, com alta e baixa temporada. É preciso lembrar que operamos essa rota com uma aeronave de 300 lugares, já que se trata da mesma que voa entre Madri e Salvador", diz o diretor.

Ele ressalta que, embora não mais utilizando aeronave própria, a Air Europa oferece voos para Santiago em code-share com a chilena Sky Airlines, a partir de São Paulo. A capital paulista, que conta hoje com cinco voos da empresa espanhola para Madri, ganhará seu voo diário em maio.

Na rota de Salvador, o diretor da Air Europa lembra que 70% dos passageiros não têm Madri como destino final. "São passageiros em conexão. Nosso primeiro destino nos voos que partem de Salvador é Paris. Roma vem em segundo lugar e Madri está em terceiro", conta. Lisboa e Barcelona são os seguintes aeroportos de destino final que mais recebem os passageiros da Air Europa na rota de Salvador.

O PORTAL PANROTAS é media partner da Fitur 2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário