domingo, 31 de outubro de 2010

Companhia aérea é condenada por maltratar passageiros no balcão de embarque

29/10/2010 - Jornal Alô Brasília

TJDFT

A 2ª Turma Cível do TJDFT confirmou a sentença da 4ª Vara Cível de Brasília, que condenou a TRIP Linhas Aéreas S/A a pagar indenização de R$ 10 mil, a título de danos morais, e R$ 2.195,40, por danos materiais, a dois passageiros que foram maltratados no balcão de embarque da empresa. A decisão foi unânime e não cabe mais recurso. 

Segundo o acórdão, os autores adquiriram passagens para Fernando de Noronha no sítio da TAM Linhas Aéreas, e a empresa TRIP ficou responsável pelo trecho Fernando de Noronha a Recife. No momento do ckeck- in, o funcionário da TRIP, mesmo diante da confirmação junto à TAM de que um dos passageiros teria direito a maior franquia de bagagem, cobrou o excesso de peso das malas e emitiu um recibo sem qualquer individualização do serviço cobrado. 

Os autores pediram recibo detalhado para poderem solicitar o ressarcimento do valor à TAM. Entretanto, o funcionário, de forma grosseira, disse que se eles quisessem embarcar teriam que aceitar aquele recibo. Quando o passageiro tentou ler o recibo, foi surpreendido por um movimento brusco do funcionário que lhe retirou o papel, amassou e o jogou na cesta de lixo. 

Segundo o processo, além de retirar o recibo, o funcionário impediu um dos autores de pegar a nota de bagagem do lixo e pronunciou uma frase ameaçadora: "eu não entro na sua casa e no meu balcão você também não entra". Diante da humilhação e intransigência sofrida, os passageiros tiveram de recolher suas bagagens e se foram para a delegacia local. 

A Turma entendeu que o grau de lesividade da conduta negligente da empresa TRIP é alto, pois os consumidores foram mal tratados, tiveram de se encaminhar à autoridade policial, perderam o vôo, tiveram de adquirir novas passagens, procurar outra empresa aérea, com todo o desgaste físico e emocional que tais fatos implicam. Os passageiros receberão, por dano material, o valor gasto com a compra de novas passagens em outra empresa aérea e, pelo dano moral, R$ 5 mil cada um.

Da Redação do Jornal Alô Brasília com informações do TJDFT

sábado, 30 de outubro de 2010

Puma Air inicia hoje nova rota Belém – Fortaleza

31/10/2010 - Aviação Brasil 

A Puma Air dá início hoje a uma nova rota ligando as cidades de Belém a Fortaleza. O Boeing 737-300 decola de Belém às 20h45 e pousa às 22h35 na capital cearense. O retorno é às 23h05 pousando às 00h55 em Belém, sendo todos os horários locais.



Com a entrada da Puma Air o quadro de horários na rota fica da seguinte maneira com partidas de Belém:

04h30 TAM 3515 com Airbus A320, diário, 174 assentos
08h00 GOL 1697 com Boeing 737-800, diário, 187 assentos
09h40 TAM 3741 com Airbus A320, diário, 174 assentos
18h50 TAM 3891 com Airbus A320, diário, 174 assentos
20h45 Puma 4920 com Boeing 737-300, diário, 132 assentos
23h25 GOL 1938 com Boeing 737-700, diário, 154 assentos

Com partidas de Fortaleza:

06h20 GOL 1939 com Boeing 737-700, diário, 154 assentos
10h08 TAM 3890 com Airbus A320, diário, 174 assentos
19h35 GOL 1830 com Boeing 737-800, diário, 187 assentos
20h50 TAM 3742 com Airbus A320, diário, 174 assentos
22h40 TAM 3516 com Airbus A320, diário, 174 assentos
23h05 Puma 4921 com Boeing 737-300, diário, 132 assentos

A Oferta de assentos na rota está assim distribuída:
52,46% TAM
34,27% GOL
13,27% Puma Air

A partir de 4 de novembro a Webjet terá apenas serviço de bordo pago

30/10/2010 - Melhores Destinos

A partir de 4/11 a Webjet deixará de oferecer o serviço de bordo gratuito em todos os voos a passará a vender os lanches.

O Melhores Destinos já havia adiantado essa notícia no começo de setembro, mas agora é oficial e tem data certa.

Como já comentamos aqui na semana passada, esse é mais um passo da Webjet para oferecer passagens aéreas realmente baratas em todos os trechos.

O serviço de bordo da Webjet já era apenas amendoim e refrigerante, com essa mudança as passagens podem custar menos e quem quiser comer algo, pode pagar e ter um serviço bem melhor.

Essa tipo de mudança sempre gera bastante discussão, mas acho que entre receber 15g de amendoim ou nada não há muita diferença.

Confira abaixo o cardápio:


sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Passaredo começa novas rotas a partir de Porto Alegre

29/10/2010 - Agência Estado - Gustavo Porto

SÃO PAULO - A Passaredo Linhas Aéreas inicia no dia 22 de novembro uma nova rota que liga Porto Alegre a Ribeirão Preto (SP), São José do Rio Preto (SP) e Goiânia. As rotas serão operadas por um jato Embraer ERJ-145 com capacidade para 50 passageiros. De Ribeirão Preto, os voos - todos diretos - saem às 6h30 e chegam às 8h20 a Porto Alegre. De São José do Rio Preto a partida é às 5h30, com escala em Ribeirão Preto. Para a volta, os voos partem da capital gaúcha às 20h22, chegam às 22h05 a Ribeirão Preto e às 23h05 a São José do Rio Preto.

Já para Goiânia, os voos partem às 8h52 e 14h52 de Porto Alegre e chegam, respectivamente, às 11h20 e às 17 horas. No retorno, os voos partem de Goiânia às 11h50 e 17h30 e chegam a Porto Alegre às 14h11 e 19h48 respectivamente. A rota entre as duas capitais não tem escalas.

"Porto Alegre tem um potencial grande e a demanda destas cidades, principalmente para negócios na capital gaúcha, cresceu bastante nos últimos anos", informou José Felício Filho, presidente da companhia. A Passaredo voa com 10 jatos ERJ145 que atendem 19 destinos.

Aeroporto Internacional de Brasília entre os melhores da América do Sul

29/10/2010 - Jornal de Turismo

O Aeroporto Internacional de Brasília/Juscelino Kubitschek ficou entre os melhores terminais da América do Sul na World Travel Awards 2010, premiação criada em 1993 e que escolhe os melhores segmentos da cadeia do turismo internacional. O vencedor foi o Aeroporto Internacional de Lima/Jorge Chávez, no Peru. Também foram indicados para o prêmio sulamericano os Aeroportos Internacionais de Ezeiza/Buenos Aires (Argentina) e Santiago (Chile).

O World Travel Awards é considerado o Oscar do setor de turismo e viagens por publicações como o The Wall Street Journal e concorrem ao prêmio os aeroportos que se inscrevem na votação, que tenham vencido a edição anterior ou ficado entre os quatro mais votados do site. A eleição envolveu diversos representantes do turismo, entre executivos de empresas do setor; veículos de imprensa especializados; agências de viagens; consumidores e companhias de turismo e transporte de 160 países, que participaram da escolha pela Internet. Ao todo, cerca de 185 mil pessoas participaram do processo.

O prêmio específico para a América do Sul foi criado pela World Travel Awards em 1998 e, em 13 edições, os aeroportos administrados pela Infraero foram eleitos como o melhores do continente em nove oportunidades, com o Galeão/Antônio Carlos Jobim conquistando oito prêmios (1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004 e 2006) e Guarulhos um (2007).

Para o presidente da Infraero, Murilo Marques Barboza, a indicação do Aeroporto Internacional de Brasília e a premiação recebida em anos anteriores atestam o trabalho da empresa na gestão aeroportuária. “A premiação do Galeão e de Guarulhos mostra que a empresa conhece bem o caminho para sempre aperfeiçoar a qualidade, o conforto e a segurança oferecidos aos passageiros”, disse.

Em entrevista ao site oficial do evento, o fundador e presidente da World Travel Awards, Graham Cooke, destacou que os prêmio reforça o potencial do turismo nas Américas, já que a região tem passado por um bom momento após a crise global, com destaque para mercado brasileiro. “O Brasil tem sido reconhecido como a estrela em ascensão da região, ainda mais com a escolha para sediar a Copa do Mundo e as Olimpíadas”, disse.

Investimentos


Para modernizar e ampliar sua rede de aeroportos, a Infraero investirá, até 2014, R$ 6,47 bilhões em 23 dos 67 aeroportos de sua rede. Desse total, R$ 5,15 bilhões serão destinados a investimentos nos 13 aeroportos das 12 cidades-sede da Copa do Mundo.

Em Brasília, o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek receberá R$ 748,4 milhões para realizar a reforma e ampliação (Fase 1) do Terminal de Passageiros, bem como a ampliação do Sistema de Pátios de Aeronaves e do Sistema Viário e Construção de Edificações Complementares. De acordo com o planejamento da Infraero, essas obras serão finalizadas em abril de 2013. Além disso, também está prevista a instalação de um Módulo Operacional, que será finalizado em junho de 2013.

Além dessas melhorias já projetadas, a Infraero finalizou, em setembro, a instalação de um outro Módulo Operacional, que está prestes a entrar em operação. No total, 2,9 milhões foram investidos nesse equipamento, que conta com sanitários, sistema informativo de voos, ar condicionado, lanchonete e livraria, distribuídos em 1,2 mil m².

Os Módulos Operacionais são uma solução de engenharia bastante utilizada em aeroportos do mundo, como os de Lisboa, durante a realização da Eurocopa de 2006; e o do Catar, quando o país recebeu os Jogos Asiáticos de 2006. No Brasil, outros nove aeroportos contarão com esse equipamento, sendo que em Guarulhos, Viracopos, Goiânia, Vitória as instalações já foram iniciadas.

Passaredo chega a Porto Alegre dia 22 de novembro

29/10/2010 - Panrotas

A Passaredo Linhas Aéreas inicia no dia 22 deste mês uma nova rota ligando Porto Alegre (RS) a três cidades: São José do Rio Preto (SP), Ribeirão Preto (SP) e Goiânia (GO). As rotas serão operadas por um dos jatos Embraer ERJ 145 da empresa que tem capacidade para 50 passageiros. 

“Porto Alegre tem um potencial muito grande e a demanda destas cidades, principalmente para negócios na capital gaúcha vem crescendo bastante nos últimos anos”, afirma o Comandante Felício, presidente da Passaredo.

Minas terá polo aéreo da Lufthansa

29/10/2010 - Webtranspo

Companhia vai formar jovens para o setor
lufthansa, polo, aeronáutico, avião
Projeto vai impulsionar economia em MG


A Lufthansa e o governo de Minas Gerais estabeleceram um acordo para prestação de serviço e cooperação com o objetivo de integrar as cadeias aeronáutica e aeroespacial, principalmente no que diz respeito à mão de obra qualificada.

Segundo a empresa, a parceria inicia o processo de desenvolvimento do CCAA (Centro de Capacitação Aeroespacial) em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.
Com isso, o Estado passa a integrar um polo de parques tecnológicos nos setores aeronáutico e aeroespacial e de serviços de logística.

Alberto Duque Portugal, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, observou que a parceria proporcionará mais condições para Minas Gerais se tornar competitivo economicamente.

“Estamos nos preparando para sermos não apenas um polo importante no desenvolvimento de tecnologias, mas também na formação de recursos humanos tão fundamentais para que o Brasil possa avançar”, mencionou.

Christoph Meyerrose, diretor da Lufthansa Technical Training, disse que o objetivo é investir na formação do jovem. Segundo ele, é fundamental a especialização de técnicos para a aviação civil, o principal item para as operações em plena segurança.

Com isso, será possível ampliar a oferta de voos no Estado e consolidar o Estado como uma nova porta de entrada do tráfego de passageiros e cargas na região Sudeste do Brasil. Para isso, será necessário o desenvolvimento de novos modelos de logística avançada para a produção de bens de alto valor agregado, o que permitirá expandir a área de atuação da Cetec (Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais).

No mais, o projeto dará apoio à ampliação dos centros de excelência envolvidos com a engenharia aeronáutica e com o desenvolvimento e a aplicação de biocombustíveis para a aviação em geral, mencionou a empresa.




Número de voos no Aeroporto Santos Dumont será reduzido até o fim do ano

28/10/2010 - O Globo - Daniel Brunet

IMPACTO AMBIENTAL

RIO - A secretária estadual do Ambiente, Marilene Ramos, garantiu, nesta quinta-feira, que, até o fim do ano, o Aeroporto Santos Dumont reduzirá o número de pousos e decolagens por hora. A restrição operacional é uma das exigências do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) para que a Infraero (autarquia federal que administra os aeroportos) consiga, em definitivo, a licença de operação do aeroporto. O objetivo é diminuir o impacto ambiental causado pelos ruídos dos aviões que passam sobre bairros da Zona Sul e pelo Centro.

A secretária admite, no entanto, a possibilidade de a redução não ser de 23 para 14 pousos e decolagens por hora, como foi proposto à Infraero. Além disso, o Inea quer alterar o horário de funcionamento do aeroporto, que passaria a operar das 7h às 22h, em vez de 6h até 23h. A negociação foi noticiada quarta-feira pela coluna de Ancelmo Gois no GLOBO.

Para apresentar a proposta de restrição de voos, técnicos do Inea, com auxílio de uma empresa de consultoria, começaram a estudar o impacto dos ruídos em dezembro de 2009. A exigência da licença ambiental foi feita, há cerca de dois anos, quando o Santos Dumont ampliou suas operações e sua estrutura.

- O Santos Dumont fazia 14 procedimentos por hora e não havia reclamação de barulho. Não existe a possibilidade de não haver redução de voos, mas pode ser que a diminuição não seja a que foi proposta - comentou Marilene.

A Anac e a Infraero têm até 11 de novembro para apresentar uma contraproposta. Marilene informou que a tendência é o Aeroporto Internacional Tom Jobim absorver os voos que deixarão de ser operados no Santos Dumont.

Atualmente, segundo o estudo do Inea, cerca de 30% dos pousos e decolagens são feitos pela chamada Rota 2, que passa sobre trechos de Centro, Santa Teresa, Catete, Flamengo, Botafogo.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Maranhão negocia com Trip voos para sul do Estado

28/10/2010 - Panrotas

Segundo o governo do Maranhão, a Secretaria de Turismo (Setur-MA) deu início ontem (quarta, dia 27) às primeiras reuniões com a Trip Linhas Aéreas para a colocação de voos regionais que atendam a região sul do Estado.

A reunião aconteceu na sede da Setur e contou com a presença do secretário de Turismo, Tadeu Palácio; do presidente da Abav-MA, Guilherme Marques; do gerente Regional de Vendas da Trip, Lucas Frade, e o executivo da aérea, Warlino da Silva.

“Já estamos estudando os destinos que podemos atender e a demanda que existe, principalmente, nos municípios de Carolina, Estreito e Balsas. Temos certeza que a parceria com o governo vai trazer ganhos para o incremento do acesso para o Maranhão”, explicou Lucas.

Concluída a etapa de estudos de viabilidade, a empresa deve mapear os destinos que serão contemplados pela entrada dos novos voos. “Iniciamos uma conversa ainda durante a Feira da Abav e temos certeza que o projeto de cooperação entre governo e a Trip trará bons resultados para o turismo do Maranhão”, acentuou o secretário Palácio.

Passageiros da TAM já podem usar celular durante o voo

28/10/2010 - Melhores Destinos

A partir de hoje os passageiros da TAM poderão utilizar celular/modem 3G durante os voos. Mas, antes que você se anime, o Melhores Destinos alerta: cuidado com a sua conta de celular!

Inicialmente apenas um avião da TAM está oferecendo o serviço, mas a idéia é expandir o serviço para toda a frota. O avião que está com os equipamentos é um Airbus A321 que faz voos entre Guarulhos , Recife, Natal, Fortaleza e Porto Alegre.

Este avião está equipado com tecnologia fornecida pela OnAir, empresa que fornece sistemas para uso de celulares em aeronaves. Falando de forma simplória, esse avião tem nele uma torre de celular.

Essa tecnologia permitir que até 8 celulares façam ligações ou utilizem a rede de dados ao mesmo tempo. Essa utilização só é possível quando o avião atinge 4.000 metros de altura.

Todos os serviços são considerados roaming internacional. Você pagará uma tarifa que custa em média 10 vezes a tarifa de uma ligação local. O preço vai depender da sua operadora, na TIM por exemplo um minuto custa R$7 e um MB R$33.

Portanto, antes de usar, ligue na sua operadora e confira as tarifas. Pelos preços e pelas limitação já podemos perceber que é uma serviço para poucos.

Boeing entrega o primeiro 737 Sky Interior

28/10/2010 - Jornal de Turismo

A Boeing e a flydubai celebraram na última quarta-feira a entrega do primeiro 737 Next-Generation com o novo interior inspirado e desenvolvido a partir do passageiro, o Boeing Sky Interior. 

“A experiência superior que este novo interior traz é resultado de muitos anos de trabalho dos funcionários da Boeing, assim como de seus fornecedores”, disse Beverly Wyse, vice-presidente e diretora-geral do 737. “Nossas clientes, as linhas aéreas, poderão aproveitar o valor prático que estas melhorias feitas pela Boeing no design do interior lhes trarão”, explica.

Desde que o 737 Next-Generation foi introduzido, em 1997, os clientes da Boeing têm se beneficiado das melhorias contínuas deste modelo – campeão de vendas -, que são uma maior eficiência, confiabilidade e interface amigável para o passageiro. O Boeing Sky Interior é a mais recente inovação na família deste jato. A outra melhoria é no desempenho, que reduzirá o consumo de combustível e a emissão em até 2% - tornando este avião 7% mais eficiente que a primeira geração do 737. A melhoria no desempenho na estrutura e turbina terão seus testes para a certificação iniciados em breve, e é esperado que estejam completos até o início de 2012.

Com o Boeing 737 Sky Interior, as linhas aéreas receberão seus passageiros em uma cabine moderna, laterais e janelas reveladoras. O design do novo, e maior, bagageiro lhe permite acomodar mais bagagem que antes, enquanto ocupa menos espaço da cabine. O mecanismo inovador do bagageiro permite o acesso mais fácil e, como sua abertura é direcionada para cima, há muito mais espaço para ficar em pé e circular confortavelmente no corredor – o que dará ao passageiro uma maior sensação de espaço dentro da cabine.

As linhas aéreas poderão selecionar diferentes esquemas de iluminação – de acolhedoras boas-vindas, passando por um azul suave que simula o céu, até uma calma e relaxante palheta de cores que reproduzem o por-do-sol.

Os LEDs (light emitting diodes) são mais brilhantes e substituem o sinal de luz incandescente, das luzes de chamada do atendente e das lâmpadas de leitura. Com um espaço de 40.000 horas entre as trocas, o LED dura dez vezes mais que o padrão anterior de luz. 

Outras características que os passageiros particularmente irão apreciar é a cabine mais silenciosa, botões em posições mais intuitivas para o chamado da equipe de bordo e qualidade de som melhorada e mais clara, graças às caixas de som alinhadas para cada passageiro.

“Nós estamos muito orgulhosos por ser a primeira aérea a oferecer aos nossos passageiros uma experiência de bordo melhorada como o novo Boeing Sky Interior”, disse Ghaith Al Ghaith, CEO da flydubai. “Alcançamos muito nos 16 primeiros meses de nosso serviço e isso continuará a crescer para trazer aos nossos passageiros a oferta do melhor produto em um dos mais novos 737s em serviço”, afirma Al Ghaith. O avião, um 737-800 Next-Generation, entrará em serviço em novembro.

Um total de 46 linhas aéreas e operadoras de leasing já encomendaram mais de 1.200 unidades do Boeing 737 Sky Interior. A flydubai é a primeira de cinco linhas aéreas a receber o 737 Next-Generation com o novo interior ainda neste ano.

Aeroshopping do SDU, previsto para 2007, fica para 2011

28/10/2010 - Jornal de Turismo - Felipe Niemeyer, Rio de Janeiro

O projeto Aeroshopping, consolidado em 2000, é estratégico para a Infraero, pois tem como objetivo o fortalecimento do varejo aeroportuário em diversas dimensões. Atualmente, 17 aeroportos já adotaram o conceito. São eles: Guarulhos e Campinas (em São Paulo), Brasília, Palmas, Porto Alegre, Belém, Londrina, Joinville, Navegantes, Porto Velho, Salvador, Manaus, Campina Grande, Maceió, Recife, Petrolina e Uberlândia. Nos demais aeroportos, a Infraero disponibiliza espaços comerciais para os diversos segmentos de negócios.

Mas a grande promessa do projeto era para o Aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio de Janeiro, reformado em 2007, com investimentos de R$ 334 milhões para a construção de um novo terminal. Na ocasião, a Infraero informou que o Aeroshopping do Santos Dumont seria o maior empreendimento comercial do Centro do Rio, mas até agora, apenas poucas lojas funcionam e grande parte do empreendimento foi isolada da circulação de passageiros. O planejamento da Infraero prevê, agora, a implantação do Aeroshopping neste aeroporto em 2011. 

Quando o projeto foi inaugurado, estavam previstas 154 lojas comerciais no Santos Dumont, entre operações para venda de produtos e serviços.

TAM inicia operação do serviço OnAir no Brasil

28/10/2010 - Jornal de Turismo

A TAM Linhas Aéreas começa nesta quinta-feira a oferecer o serviço de telefonia móvel a bordo. Uma parceria pioneira firmada com a OnAir, empresa que fornece sistemas para uso de celulares em aeronaves, permitirá que os passageiros da TAM usem seus aparelhos durante os voos.

A TAM é a primeira linha aérea das Américas a disponibilizar essa facilidade. O serviço, que utiliza os satélites da Inmarsat SwiftBroadband, já está disponível aos passageiros que viajarem a bordo da aeronave Airbus A321 — que realizará as rotas entre Guarulhos, Recife, Natal, Fortaleza e Porto Alegre. Com o OnAir, os passageiros podem realizar chamadas telefônicas, enviar mensagens e acessar a Internet via rede GPRS, com seus próprios aparelhos de telefone GSM.

“Fiéis ao nosso espírito de servir, estamos inovando mais uma vez para oferecer o melhor serviço. O uso de celular a bordo foi uma demanda detectada por meio de pesquisas com os nossos passageiros que desejam estar conectados ao trabalho, família e amigos enquanto viajam”, afirma Manoela Amaro, diretora de Marketing da TAM.

A OnAir é uma joint venture da Airbus e da Sita, organização que desenvolve tecnologia de ponta para aviação. O sistema já foi utilizado em mais de 135 mil voos para 356 cidades, conectando passageiros de 83 países com acordos de roaming com aproximadamente 200 operadoras de telefonia móvel. “Estamos muito satisfeitos em entregar à TAM um serviço considerado um diferencial pelos clientes da companhia, que agora podem manter-se conectados mesmo durante deslocamentos aéreos, o que é cada vez mais importante. Não há dúvidas que o OnAir atenderá as necessidades desses clientes”, declarou Ian Dawkins, CEO da OnAir.

O mecanismo oferecido pela TAM permite que até oito passageiros utilizem celulares para ligações telefônicas ao mesmo tempo. Para dados e envio de SMS, não há restrições. Os aparelhos entrarão em roaming internacional, ou seja, passarão a captar sinal assim que a aeronave atingir 4 mil metros de altura, podendo fazer ou receber ligações e enviar mensagens SMS. Smartphones também funcionarão a bordo, permitindo que os passageiros acessem e-mails e naveguem na internet. O uso será cobrado diretamente pela operadora na conta de telefone do passageiro. A tarifa será definida pela operadora usada pelo cliente.

Durante decolagens e pousos, os passageiros serão orientados a desligar seus aparelhos eletrônicos. O sistema garante total segurança aos passageiros, pois impede que o sinal dos celulares cause interferência nos comandos da aeronave e na rede de antenas de celular em terra. Além disso, em caso de necessidade, pode ser desligado a qualquer momento. É importante frisar que, mesmo que permaneçam ligados todo o tempo (inclusive em pousos e decolagens), os aparelhos não interferirão no sistema de controle do avião, pois o sistema de celular a bordo já está preparado para lidar com essa situação.

Para o uso do OnAir, a companhia recebeu a aprovação técnica da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para ter o sistema de celular a bordo instalado na aeronave e a certificação operacional por parte da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Além disso, o sistema foi certificado pela Easa (European Aviation Safety Agency) e sua utilização foi regulamentada recentemente pela União Europeia.

Hoje a TAM dispõe de uma aeronave com o sistema já instalado (um Airbus A321, com 220 assentos), para testar a aprovação do serviço pelos passageiros. Para o próximo ano, a companhia planeja ter mais aeronaves que operam voos domésticos equipadas com a tecnologia.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Recém-inaugurado, Novotel SDU tem ocupação de 80%

27/10/2010 - Panrotas

Inaugurado em agosto na condição de referência para os próximos hotéis a serem construídos no Rio de Janeiro, o Novotel SDU vem tendo desempenho satisfatório para a Accor, com ocupação de 80% e tarifa média batendo nos R$ 400. Na avaliação do diretor adjunto de Vendas da rede, Daniel Guijarro, o Rio de Janeiro tem uma demanda reprimida e é uma das capitais mais carentes em relação à hotelariano País. 

“Muito cliente tinha que mudar a data de uma viagem por conta da falta de hotéis”, afirma Guijarro.

Desembarques nacionais crescem 23% em setembro

27/10/2010 - Panrotas

O número de desembarques nacionais cresceu 22,7% em setembro. Segundo registro da Infraero, foram mais de seis milhões no mês passado, contra 4,9 milhões na comparação com o mesmo período em 2009. Trata-se do melhor setembro da série histórica. O acumulado de janeiro a setembro foi de 49,2 milhões. Em 2009, foram registrados pouco mais de 40 milhões de desembarques nacionais no período.

Para o ministro do Turismo, Luiz Barretto, os números mostram que a economia do País está cada vez mais fortalecida. “O mercado interno está consolidado, aquecido e com perspectivas de crescer muito mais, a partir do alargamento da base de viajantes, alavancada pela entrada da classe C no mercado de consumo”, disse.

De acordo com o diretor de Estudos e Pesquisas do Ministério do Turismo (MTur), José Francisco Lopes, a estimativa é que o Brasil tenha um novo recorde em 2010 – 65 milhões. Em 2009, foram 56 milhões.


Azul recebe mais três aeronaves

27/10/2010 - Jornal de Turismo

Mais três aeronaves acabam de ingressar na frota da Azul, saídas diretamente da fábrica da Embraer em São José dos Campos, com isso a frota já conta com 25 E-Jets. Até o começo de outubro eram 22. Uma delas foi apresentada no começo de outubro à imprensa, a 25.ª, “Rosa & Azul”, que ganhou uma pintura exclusiva cor rosa e vai atuar na campanha de combate ao câncer de mama, promovida pela Azul, Embraer e Femama (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama). As outras foram batizadas, respectivamente, de “Cada vez mais Azul” e de “Blue Angels” ambas devem entrar em operação nos próximos dias. 

Todas as aeronaves na Azul são batizadas com nomes e têm padrinhos. A 22.ª aeronave ganhou o nome de “Amazônia Azul” e tem como padrinho o tripulante Gustavo Fortunato. Na Azul, todos os funcionários são chamados de tripulantes. “Cada vez mais Azul” foi batizada pela tripulante-Azul Paula Kubo e “Blue Angels” por Gabriela Soares Araújo. “Rosa e Azul” ganhou o nome do padrinho Gianfranco Beting, o Panda, diretor de Comunicação, Marca e Produto, também criador de todo o projeto da campanha de combate ao câncer de mama. 

A expectativa da Azul Linhas Aéreas Brasileiras é fechar o ano com 26 aeronaves, lembrando que a Azul aumentou o pedido de aeronaves para a Embraer este ano ao encomendar cinco aeronaves extras. Fora das 76 pedidas no anúncio da criação da empresa em 2008, o que eleva o número total para 81 até o fim de 2013. No fim de 2009, a frota da Azul era composta de 14 aeronaves. 

Em 2011, começam a chegar as aeronaves da nova frota de ATR 72-600, com isso a Azul pretende ampliar ainda mais sua malha doméstica regional. Foram encomendadas 40 aeronaves ATR 72-600.

Trip começa voar para Palmas em dezembro

27/10/2010 - Melhores Destinos

A Trip começará voar para Palmas-TO no dia 15 dezembro. A empresa terá inicialmente um voo diário entre Palmas e Belo Horizonte com escala em Goiânia.

Esse voo será feito em jatos EMB-175 com capacidade para 86 passageiros. Em Belo Horizonte será possível fazer conexão para muitos de outros destinos.

A venda de passagens ainda depende de autorização da Anac, que deve sair no começo de novembro.

Horários dos voos:
Belo Horizonte 21:00 – 22:20 Goiânia 22:50 – 00:10 Palmas
Palmas 05:10 – 06:30 Goiânia 07:00 – 08:15 Belo Horizonte

É impressionante como a Trip não para de expandir suas rotas. A empresa tem várias solicitações de novos voos para Belo Horizonte, Vitória, Goiânia, Rio de Janeiro e várias outras cidades, entre elas Brasília, onde a empresa é bem tímida.

TAP atinge um milhão de passageiros transportados nas linhas do Brasil

26/10/2010 - Jornal de Turismo - Fabiana Matos, São Paulo

A TAP Portugal já transportou mais de um milhão de passageiros nas linhas do Brasil nos últimos noves meses. Desse total, 46% concentram-se na região Sudeste, 28% no Centro-Oeste e 26% no Nordeste.

No total, a taxa média de ocupação até setembro deste ano foi de 70%. Segundo informações divulgadas pela TAP, até o fim do ano a empresa pretende alcançar 1,5 milhão de passageiros transportados no mesmo segmento.

Rio-Dallas da American começa em 16/12 e já tem data para voltar em 2011

27/10/2010 - Jornal de Turismo - Felipe Niemeyer, Rio de Janeiro

O novo voo sazonal Dallas-Rio de Janeiro da American Airlines, que começa no dia 16 de dezembro, já tem data para voltar em 2011. O serviço sazonal será prestado até 4 de abril de 2011, para depois ser retomado no verão americano, de 9 de junho a 22 de agosto de 2011. O serviço para a temporada de 2012 será retomado em 22 de novembro de 2011. Os voos serão feitos por aeronaves Boeing 767-300 que oferecem serviço de duas classes, com 28 assentos na Classe Executiva e 191 assentos na Classe Econômica.

Além deste voo, a companhia inicia, a partir de 19 de novembro, os voos diários entre o Rio e Nova York. No dia 20 de novembro começa a rota Brasília-Miami, quatro vezes por semana. E na alta temporada volta o voo extra Rio-Miami, cinco vezes por semana. “Somando todas as rotas, em janeiro estaremos operando 74 frequências semanais", disse a gerente de Vendas, Frances Pina.

A American Airlines comemora 20 anos de operações no País.A companhia detém, hoje, 40% das rotas entre os dois países e transportou mais de 5,5 milhões de pessoas nesses anos. A empresa voa com ocupação média de 80% nos voos que partem do Rio.No primeiro semestre deste ano a American Airlines já registrou no Rio – que é o segundo mercado depois de São Paulo – crescimento de 15% tanto nas vendas quanto no número de passageiros transportados.

Air Europa retoma voo Madri-Salvador em novembro

27/10/2010 - Jornal de Turismo

A Air Europa anunciou que vai retomar a partir de 2 de novembro a ligação direta entre Madri (Espanha) e Salvador (Bahia), três vezes por semana. A frequência será sazonal e termina em março de 2011, diz a Air Europa em comunicado. Os voos serão perados em avião A330 com capacidade para 280 pessoas. Segundo a companhia aérea já estão reservados 6 mil bilhetes assegurando já 80% de ocupação tal como no ano anterior.

Fernando Pinto diz que privatização da TAP poderá ter início "em breve"

27/10/2010 - OJE/Lusa

O presidente executivo da TAP, que esta semana completou 10 anos à frente da companhia aérea portuguesa, disse à Lusa que o processo de privatização da transportadora poderá avançar em breve.

"De acordo com as condições de mercado e as orientações do accionista, penso que o processo [de privatização] poderá ser desencadeado em breve", afirmou Fernando Pinto, por escrito, em resposta às questões colocadas pela agência Lusa.

O presidente executivo da TAP disse que ainda não foi possível concretizar a privatização da empresa "devido aos sistemáticos problemas que a indústria [da aviação] tem vivido".

Contudo, a privatização da transportadora é um tema que "continua a estar na ordem do dia, em especial porque estando o Estado, por legislação comunitária, impedido há mais de uma década de apoiar financeiramente a companhia de bandeira, ela não tem outra forma de ser capitalizada".

Fernando Pinto afirmou que desde que chegou à TAP sentiu "a necessidade da capitalização da empresa", uma situação que o gestor diz que se resolve com a privatização da empresa.

Em tempo de crise, o presidente executivo da TAP aponta a aposta nos mercados com "maior potencial de crescimento", como África, Brasil e Leste da Europa, como a forma de "compensar as dificuldades existentes noutros mercados".

A este propósito, Fernando Pinto sublinhou que "dois terços das receitas da TAP são obtidas nos diferentes mercados onde opera".

Fernando Pinto, que cumpriu na terça-feira 10 anos à frente da TAP, disse que "com o esforço de todos" a companhia aérea se tornou "uma referência fundamental na ligação entre a Europa e o Brasil e África, contribuindo de forma decisiva para o crescimento da economia portuguesa, em especial do turismo".

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Voo direto de Moscou para o Rio deve beneficiar Búzios

26/10/2010 - Jornal de Turismo

O charme e o glamour de Búzios estiveram presentes na Abav 2010, a Feira das Américas. De 20 a 22 de outubro, o estande desse famoso balneário da Região dos Lagos foi um dos mais visitados do evento. A procura ainda foi maior graças à interatividade oferecida: o visitante também podia participar da brincadeira do jogo da memória que dava direito a brindes como a camiseta “See You In Búzios” e do Open Bar, com direito a champagne. A feira, realizada no Rio Centro, na cidade do Rio de Janeiro, recebeu mais de 23 mil visitantes.

A quantidade de visitantes ajudou a dar ainda mais visibilidade a Búzios. A Secretaria Municipal de Turismo e Cultura teve a oportunidade de trocar informações com os agentes de viagens e destacar mais uma vez as novidades e o potencial turístico da cidade. O prefeito de Búzios, Delmires Braga, e o Secretário de Turismo e Cultura, Isac Tillinger, estiveram presentes na abertura, o que contribuiu para que essa troca tivesse mais eficácia. 

Uma novidade inédita no país foi divulgada no evento. A partir do dia 3 de janeiro, o aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, receberá voos diretos de Moscou, na Rússia. Com isso, cidades turísticas por excelência, como Búzios, Paraty e Angra dos Reis se beneficiarão de pacotes de operadores de viagens que incluem passeios por esses locais. O voo disponível será um Boeing 747, com capacidade para 380 pessoas.

TAM inicia voos diários para Petrolina

26/10/2010 - Jornal de Turismo

A TAM Linhas Aéreas começa a operar no próximo dia 3 voos diários de ida e volta a Petrolina, no interior de Pernambuco, que passará a ser o 45º destino doméstico atendido pela companhia. Os novos voos vão partir e voltar do Rio de Janeiro e de Recife, com escalas em Brasília, e permitirão à TAM oferecer serviços ligando as principais capitais brasileiras a Petrolina, localizada no Vale do São Francisco e uma das maiores produtoras vinícolas e de frutas tropicais do Brasil para exportação e consumo interno. Os voos serão operados com a moderna aeronave Airbus A320, com capacidade para transportar até 174 passageiros.

Vizinha da cidade baiana de Juazeiro, Petrolina fica a uma distância de 722 km de Recife e 515 km de Salvador. O clima seco e a irrigação fizeram de Petrolina o segundo maior centro vinícola do Brasil, atrás apenas da região Sul, e uma grande produtora de frutas tropicais como uva, manga, goiaba, banana, coco, melancia e melão, que são exportadas e transportadas por via aérea diretamente do aeroporto da cidade para países como os Estados Unidos, França, Alemanha e Japão, além de abastecer os principais centros urbanos do país.

O voo JJ 3822, que vai operar de segunda a sexta-feira e aos domingos, partirá no dia 3 de novembro do Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, às 23h43, e fará uma escala em Brasília – um dos principais hubs (centro de conexões aéreas) da companhia para todas as regiões do país –, onde pousará à 01h25. Sairá da capital federal às 02h10 e seguirá direto para Petrolina, chegando às 03h10. 

Às 03h45, o voo decolará de Petrolina com destino a Recife. No sentido inverso, o JJ 3823, que vai operar de segunda a sexta-feira e aos domingos, a partir de 3 de novembro, partirá de Recife à 23h32 e chegará em Petrolina à 00h40, de onde sairá às 01h15 com destino a Brasília, pousando às 04h15. Decolará da capital federal às 05h00 e chegará ao Rio de Janeiro às 06h42. 

A partir do dia 13 de novembro, a TAM começa a operar o voo JJ 3810 aos sábados, partindo de Brasília às 23h10 e seguindo direto para Petrolina, aonde chegará à 00h10. De lá, decolará à 00h45 com destino a Recife, pousando na capital pernambucana às 01h55. No sentido inverso, a partir do dia 14 de novembro, aos domingos, o voo JJ 3811 sairá de Recife às 03h00 e chegará a Petrolina às 04h00, de onde decolará às 04h30 e seguirá para Brasília, pousando às 07h45.

Movimento de passageiros internacionais cresce 34% no Galeão (RJ) em setembro

26/10/2010 - Jornal de Turismo - Felipe Niemeyer, Rio de Janeiro

O Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Tom Jobim, o Galeão movimentouo 1.097.812 passageiros em setembro, o que representa um aumento de 19,4% comparado a setembro de 2009. Puxando a alta, o movimento internacional foi de 272.907 passageiros (alta de 34,2% sobre 2009) e o doméstico, 824.905 (alta de 15,2%). Destaque também para o movimento de cargas internacionais, que teve crescimento de 15%.

O Santos Dumont, também na região metropolitana do Rio de Janeiro e que opera apenas voos domésticos, bateu recorde com um movimento de 707.172 passageiros em setembro.

Tráfego de passageiros cresce 10,5% em setembro

26/10/2010 - Panrotas

A Iata divulgou hoje os resultados da avição internacional no mês passado. O tráfego de passageiros teve um incremento de 10,5% em relação a setembro de 2009, significativamente mais do que o recorde registrado neste ano, em agosto, que verificou crescimento de 6,5% no total de passageiros transportados em relação ao mesmo mês do ano anterior. No transporte de cargas, o aumento no mês passado – no comparativo com setembro de 2009 – foi de 14,8%. Nesse caso, inferior ao recorde registrado em agosto, quando o transporte de cargas foi 19% superior ao volume transportado em agosto de 2009. 

Em relação a agosto deste ano, o mês passado registrou aumento de 2,1% no volume de passageiros transportados, enquanto o total de carga embarcada foi 2,1% inferior. A oferta de assentos, segundo a Iata, cresceu 7,3% em setembro – na comparação com o mesmo período do ano passado –, o que elevou a taxa de ocupação para pouco mais de 80% (em setembro de 2009 era de 77,7%). 

No recorte regional da Iata, as companhias aéreas latino-americanas registraram aumento de oferta de apenas 0,5% no mês passado, em relação ao mesmo período de 2009, enquanto o tráfego de passageiros cresceu 6,6% - o menor entre as regiões. O baixo crescimento da oferta, segundo a Iata, foi provocado pelo fim das operações da Mexicana.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Poltrona de avião está longe da unanimidade

25/10/2010 - Correio Popular (SP)

Problemas relacionados à comodidade das poltronas. De acordo com estudo do Laboratório de Pesquisa Ergo&Ação, do Departamento de Engenharia de Produção da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), esse é o principal motivo da sensação de alívio estampada nos rostos dos usuários ao desembarcar de aeronaves após voos domésticos no Brasil.

Financiada pela Fapesp, Embraer e com apoio da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a pesquisa - desenvolvida em parceria com a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - visou simular as condições nos voos domésticos. Liderados pelo professor Nilton Luiz Menegon, os pesquisadores ouviram 377 passageiros e aplicaram questionários em usuários de 40 trechos de voos domésticos efetuados por sete companhias aéreas.

Efetuada entre novembro de 2009 e fevereiro deste ano, a pesquisa mostrou que os assentos, em especial os do meio, são os vilões causadores de desconforto nas viagens. As principais reclamações levantadas são referentes ao pouco espaço para as pernas, a largura do assento, falta de apoio para os pés e apoio compartilhado para os braços.

Utilizando um método inédito no País, os estudiosos filmaram e fotografaram os passageiros durante as viagens e depois transformaram todo o material em animação com bonecos. Com tudo digitalizado, foi possível analisar a movimentação dos passageiros durante o voo. "O diferencial dessa pesquisa é que analisamos todo o processo postural dos passageiros dentro do avião de forma dinâmica", afirmou Marina Fonseca Greghi, doutoranda que participou da pesquisa.

O emprego da técnica em escala real possibilitou demarcar a proximidade entre as poltronas e a falta de espaço para movimentos simples, como cruzar as pernas. Com base nessas medições, foi criada uma escala de 0 a 10, sendo 10 o grau máximo de desconforto. Com nota 9, a poltrona foi criticada por 78% dos entrevistados.


Constrangimentos

Durante o estudo para detectar as causas do desconforto nas viagens aéreas dentro do País, foram filmados 46 usuários com peso, altura e idade variados.

Dentre as atividades realizadas por eles dentro dos aviões, as que mais causaram constrangimentos nos voos foram: repousar e dormir, com 74,65%, alimentar-se (46,06%) e dificuldade para ir ao banheiro (40,63%).

Para o motorista paraibano José Júnior Rocha, de 34 anos, a situação piora em viagens mais longas. De acordo o motorista, que utiliza o transporte aéreo mensalmente, em viagens longas ele chega a sofrer cãibras nas pernas devido à falta de espaço para movimentos.

Já o auditor fiscal Gil Ferreira, de 74 anos, acredita que a situação se agravou com o aumento do número de poltronas nas aeronaves. "Antigamente eram dispostas de duas em duas poltronas. Hoje em dia são três em três e o tamanho do espaço continua o mesmo, não dá pra se mexer", reclamou Ferreira.

Questionada sobre as conclusões da pesquisa, a Gol Linhas Aéreas, por meio de sua assessoria de imprensa, afirmou que para os voos domésticos a empresa possui apenas uma classe com poltronas que seguem o padrão internacional. De acordo com a empresa, cada aeronave possui dez assentos com dimensões superiores. Seis deles, localizados na primeira fileira, são destinados a gestantes e pessoas com deficiência. Outros quatro, próximos à saída de emergência, também podem ser utilizados por passageiros que necessitam de mais espaço, mas que estejam dispostos a efetuar um eventual procedimento de segurança.

Contatadas pela reportagem, a TAM Linhas Aéreas e a WebJet Linhas Aéreas Econômicas não responderam até o fechamento desta edição.

União Europeia quer céus abertos com Brasil

25/10/2010 - Panrotas

A União Europeia (UE), por meio dos ministros europeus de Transporte, autorizou a abertura de negociações para um acordo de céus abertos entre seus países membros e o Brasil, que define como “um mercado de quatro milhões de passageiros” – referindo-se ao número transportado entre o Brasil e a UE no ano passado. Pelo estudo de avaliação do impacto econômico, o acordo poderia gerar um incremento no tráfego de passageiros de 335 mil a mais já em seu primeiro ano. 

A decisão de abertura das negociações para a política de céus abertos com o Brasil teve apoio unânime dos membros da UE e foi elogiada pelo vice-presidente responsável por Transportes dentro da Comissão Europeia, Siim Kallas. “Um mercado estrategicamente importante e de rápido crescimento como o Brasil aumentará sem dúvida o número de voos com preços mais competitivos, criando novas e importantes oportunidades para nossa indústria e benefícios para os passageiros”, disse. 

Para as autoridades europeias, trata-se do momento correto para iniciar as negociações, considerando que o Brasil será sede da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016. A União Europeia já tem acordos de céus abertos em vigor com os Estados Unidos, Marrocos, Canadá e os países dos Balcãs.

Em São Luís, Infraero conclui 1° fase de obra na pista

25/10/2010 - Panrotas

A Infraero concluiu na semana passada (quinta, dia 21) a pavimentação de um trecho de 550 metros da pista principal do Aeroporto Internacional de São Luís / Marechal Cunha Machado. Trata-se da primeira etapa das obras de manutenção e recuperação do serviço, executado pelo Departamento de Engenharia e Construção do Exército Brasileiro.

A ordem de serviço foi assinada em junho e, ao todo, R$ 10,68 milhões serão investidos nos serviços da pista, que ainda têm três etapas a serem executadas até dezembro, quando os trabalhos serão interrompidos em função da movimentação de aeronaves que cresce no final do ano. A previsão é de que logo após o feriado de fim de ano os trabalhos sejam retomados.

O superintendente do aeroporto, Hildebrando Correia, enfatizou a importância dessas obras para os usuários do aeroporto. “Com estes trabalhos, ampliaremos a segurança das operações. Outro destaque é que a pista terá condições de receber aeronaves de maior porte, como um Boeing 767”, finalizou Correia.

Puma Air conquista resultados positivos na Abav 2010

25/10/2010 - Jornal de Turismo

A Puma Air Linhas Aéreas participou pela primeira vez da Abav 2010 - Feira das Américas, que aconteceu entre os dias 20 e 22 de outubro, no Riocentro.

Durante o evento, a companhia aérea apresentou ao público os destinos que atende atualmente, São Paulo (Guarulhos), Macapá (AP) e Belém (PA), e os novos destinos que passará a atender, bem como o primeiro voo internacional da companhia, para Angola, previsto para janeiro de 2011.

A feira foi uma oportunidade para a Puma Air reforçar junto aos agentes de viagens os diferenciais da empresa, como por exemplo os horários de voos mais adequados às necessidades dos passageiros, maior espaço entre as poltronas e serviço de bordo de alta qualidade.

Segundo Gleison Gambogi, presidente da Puma Air, a resposta do trade foi positiva. “Fomos surpreendidos com o resultado colhido no evento em função da importância que ele representa para o segmento de turismo. Isso contribui em muito para o crescimento da empresa, já que o nosso produto tem sido bem aceito, por causa dos diferenciais que oferecemos no mercado”, disse Gambogi.

sábado, 23 de outubro de 2010

Iberia ligará Recife e Fortaleza à Madri

22/10/2010 - Jornal de Turismo - Fabiana Matos, Rio de Janeiro

A partir de fevereiro de 2011, a companhia aérea Iberia contará com três frequências semanais entre Recife – Madri – Fortaleza. A nova rota será operada pelo Airbus 340-300 com capacidade para 254 passageiros, sendo 36 para a classe executiva e 218 para a econômica.

“A abertura desta rota aumentará, significativamente o fluxo de turistas no Estado (...) a conquista deste voo é uma vitória, também, para a economia pernambucana, principalmente para o setor de exportação”, declara o secretário de Turismo de Pernambuco, Paulo Câmara.

Trip divulga ampliação de sua malha

22/10/2010 - Jornal de Turismo - Fabiana Matos, Rio de Janeiro

Durante a Feira das Américas, a Trip Linhas Aéreas lançou duas novas rotas, as quais serão operadas com as recém-chegadas aeronaves da Embraer 175: Manaus-Belém-Salvador-Confins-Manaus, com operação inicial em 8 de novembro e, Florianópolis-Curitiba-Confins-Porto Velho-Rio Branco, a partir de 22 de novembro.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

TAM lança projeto Fly Shopping em seu serviço de bordo

22/10/2010 - Jornal de Turismo

A TAM Linhas Aéreas oferece mais um serviço a seus passageiros de voos domésticos. O projeto FlyShopping possibilita que os clientes adquiram uma grande variedade de produtos a bordo, em uma iniciativa realizada pela primeira vez por uma companhia aérea nacional.

Os comissários da TAM estão recebendo treinamento específico para a ação, que disponibiliza cerca de 93 opções de itens, como perfumes, cosméticos, óculos, relógios, canetas, doces, artigos eletrônicos e infantis, para compra e recebimento imediatos durante alguns voos que saem de Guarulhos (SP) com destino a Recife (PE) ou Fortaleza (CE) e seus retornos. O catálogo de produtos é elaborado em parceria com a empresa Brightstar.

O prosseguimento e a ampliação do projeto para outros voos domésticos estão sendo estudados, com o objetivo de continuar oferecendo serviços e entretenimento de bordo de qualidade e diferenciados a todos os consumidores.

Faltam 900 controladores nos aeroportos

22/10/2010 - Folha de S.Paulo

O Brasil tem 3.114 controladores de tráfego aéreo em atividade, quase 900 a menos do que a meta estabelecida pelo Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) há mais de dois anos.

Em 30 de abril de 2008, exatamente um ano após a greve que paralisou os aeroportos, o Comando da Aeronáutica declarou que planejava chegar em 2010 com 4.000 controladores. Para isso, seria preciso formar mil novos profissionais.

O Ministério da Defesa demorou 20 dias para responder às perguntas da Folha. Ontem, enviou uma resposta por escrito dizendo que o Decea desconhece a "suposta meta de 4 mil controladores para 2010".

Diz a Defesa: "E, mesmo que não houvesse o número ideal de controladores para a demanda existente, não haveria risco à segurança. Hipoteticamente, a consequência seria um número de voos menor que o demandado pelo mercado".

A "suposta meta" consta de um documento que está no site da FAB. Depois que a Folha enviou o link do documento, o chefe de imprensa do centro de comunicação da Aeronáutica, coronel Henry, ligou: confirmou a meta e admitiu que ela não foi alcançada.

"O Decea contava com a saída de 60 a 70 controladores por aposentadoria desde 2008, mas perdemos 560", disse. "Alguns foram prestar concurso. Já 160 eram os da reserva que foram contratados no auge da crise e não quiseram ficar."

Segundo o coronel, o descumprimento da meta não compromete a segurança, mas limita a capacidade do setor. "Como não houve aumento de capacidade em terra [nos aeroportos], a pressão [no ar] é menor".

Para a ABCTA (Associação Brasileira de Controladores de Tráfego Aéreo), a evasão está ligada à insatisfação profissional. "Há muita gente prestando concurso público e mudando de carreira", diz o advogado da associação Roberto Sobral.

O problema, diz ele, não é só salarial, mas de condição de trabalho. Entre outras coisas, os controladores se queixam de mudanças na rotina de trabalho.

Por conta da carga horária, de 168 horas mensais, os controladores eram dispensados de atividades militares, como marchar, praticar tiro, comparecer a formaturas. Porém, a partir de 1º de dezembro de 2008, com a entrada em vigor da Instrução ICA 100-25, essas atividades viraram obrigatórias.

NA GELADEIRA

Sobral diz que os controladores ligados à entidade foram afastados da função e colocados "na geladeira". Ele estima que existam quase 200 nessa situação.

O advogado está preparando cerca de 50 ações individuais de controladores contra a FAB por assédio moral. "Eles estão sendo punidos por reportarem incidentes, o que faz parte da rotina normal dessa atividade."

O Brasil -ao lado da Coreia do Norte- é um dos poucos países em que o controle de tráfego aéreo para a aviação civil é feito por militares.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Aeroporto Leite Lopes ganha mais 13 voos para 7 estados

20/10/2010 - A Cidade - Amira Fattobene

Assessoria de companhia aérea prevê que as novas frequências sejam inauguradas até dezembro

Foto: Weber Sian - 30.ago.2010 / A CidadeSala de espera do Leite Lopes, que terá mais 11 opções para sete estados, fora Guarulhos


O aeroporto Leite Lopes ganhará de uma só vez mais 13 voos por semana.

O número representa 25% das 56 frequências atualmente praticadas nos dias úteis em Ribeirão Preto por três companhias.

Os novos voos serão todos operados pela Webjet Linhas Aéreas.

A companhia confirmou nesta quarta-feira, por meio da assessoria, que as frequências entram em operação ainda neste ano.

Os destinos serão para aeroportos de sete estados, além de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Para começar a voar por Ribeirão Preto, a companhia aguarda apenas autorização pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Conforme a assessoria, existe a previsão de que dos 13 voos novos, pelo menos dois deles serão diários.

A assessoria da Webjet não quis adiantar mais detalhes sobre os voos por Ribeirão Preto.

Para atender a essas frequências, e às novas operações já inauguradas entre Foz do Iguaçu (PR) e Navegantes (SC), a empresa adquire três Boeings 737-300.

Com aumento no número de passageiros é o Brasil que está a "aquecer" a TAP

21/10/2010 - Destak/Lusa  - destak@destak.pt

O vice-presidente da TAP afirmou que o Brasil está a “aquecer” a companhia aérea no período de crise em Portugal tendo transportado mais de um milhão de passageiros este ano, com 70 voos semanais directos entre Brasil e Europa.

“O crescimento dos principais mercados é relativamente pequeno. Portugal, que é tradicionalmente o nosso mercado, tem crescido em torno de cinco por cento de tráfego o que não é mau para a crise portuguesa. Mas no Brasil, o crescimento foi imenso, chegou a 55 por cento em volume de passageiros”, afirmou Luiz Mor, numa conferência de imprensa na noite de quarta-feira, à margem da maior feira de turismo no continente americano.

Segundo o executivo, não é possível dizer que o pior já passou porque “a crise do ano passado continua na Europa”.

“É o Brasil que está aquecido e que está a aquecer a TAP. Temos ainda um investimento muito bom em África, que está a ajudar. São os mercados fora da União Europeia”, explicou o gestor.

No balanço divulgado, a taxa média de ocupação até Setembro foi de 70 por cento e a estimativa da TAP é transportar 1,5 milhões de viajantes até final do ano nas linhas do Brasil.

“No ano da crise houve redução de oferta da TAP no Mundo inteiro. Mas este ano, prevemos um crescimento de 24 por cento no número de passageiros”, garantiu Mór.

Entre os passageiros desembarcados no Brasil, o número de europeus é expressivo, especialmente o de portugueses, que são responsáveis pelo maior número de passageiros, cerca de 20 por cento, seguidos da Itália e Espanha.

Actualmente a TAP voa para nove cidades brasileiras e possui outros 44 destinos europeus e 11 no continente africano.

Em 2009, a TAP reduziu o número de voos semanais rumo ao Brasil para 57 de forma a adaptar-se à procura, havendo uma queda de quase 10 por cento do volume de passageiros transportados no Brasil.

Já este ano, a companhia aérea recuperou o tráfego realizando 70 voos semanais com dois novos destinos, Belo Horizonte e Campinas, para onde já transportou 20 mil passageiros com altos índices de ocupação nas aeronaves, rondando os 90 por cento.

“Isto é inédito, nunca nenhuma empresa europeia conseguiu isto no Brasil. Continuamos a ser a empresa número um entre Brasil e Europa”, salientou Luiz Mor, destacando que a companhia tem conseguido sobreviver num “ambiente mundial muito difícil”.

“Temos extremos cuidados sobre como operamos e não fazemos aventuras”, disse Luiz Mor, para quem existem duas regiões brasileiras que a TAP ainda pretende cobrir: o sul e o norte do Brasil.

“Belém ou Manaus, Curitiba ou Porto Alegre. Aí existe oportunidade, iremos chegar lá, mas não temos previsões ainda para mais nesta época complicada de crise. Certamente não é para agora”, assegurou.

Questionado sobre o avanço da concorrência, especialmente da espanhola Ibéria, que está a investir em destinos no nordeste do Brasil, Luiz Mór admitiu que estava à espera e garantiu que a empresa está a preparar-se para enfrentar a pressão.

“É um facto esperado, acontece numa época boa de expansão. Existe a pressão sobre o preço, mas a competição traz coisas boas e revitaliza o mercado. Eles vão afectar alguns dos nossos passageiros, mas é possível que consigam trazer um mercado novo”, defendeu.

O vice-presidente da companhia considera que a concorrência é “saudável” e mostrou-se admirado com o facto de “um destino fantástico como o nordeste” ter “tão poucos voos internacionais”.

“Estamos preparados, queremos chegar primeiro. Vamos lutar, já temos uma relação estabelecida com o mercado, com os canais de distribuição tanto da Europa quanto do Brasil. Vença quem tiver o melhor produto e quem vai decidir isso é passageiro”, concluiu.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Tap comemora 90% de ocupação no voo CPQ-Lisboa

20/10/2010 - Panrotas
Na home, Luiz da Gama Mór, vice-presidente executivo da Tap, posa no estande da aérea na Abav 2010; acima, ele durante explicação sobre o crescimento de brasileiros transportados pela aérea
Na home, Luiz da Gama Mór, vice-presidente executivo da Tap, posa no estande da aérea na Abav 2010; acima, ele durante explicação sobre o crescimento de brasileiros transportados pela aérea

“O resultado está melhor do que imaginávamos”. É desta forma que o vice-presidente executivo da Tap, Luiz da Gama Mór, define o desempenho do voo operado pela aérea entre o Aeroporto de Viracopos, em Campinas, e Lisboa. “Uma prova do balanço positivo é que estamos com aproximadamente 90% de ocupação nos voos, o que equivale ao índice obtido nas frequências operadas em Guarulhos”, justificou o dirigente.

Mór destacou ainda a malha que a companhia possui no País, a qual segundo ele, é essencial para o aumento de brasileiros nos voos da aérea. “Oferecemos 70 voos em nove aeroportos diferentes no País. Com isso, atualmente, os brasileiros representam 51% dos passageiros transportados entre o País e a Europa, enquanto os portugueses correspondem a 17% deste índice”, apontou ele. 

Ainda de acordo com a aérea, o resultado foi obtido por meio do crescimento de 50% no número de passageiros brasileiros transportados entre os destinos no período de janeiro a setembro deste ano.


Trip anuncia novos voos na Feira das Américas

20/10/2010 - Panrotas

A Trip está lançando novos voos na Feira da Abav 2010, que começou hoje no Riocentro. A empresa utilizará as aeronaves Embraer 175, recém-chegadas, para atender dois novos conjuntos de voos: Florianópolis-Curitiba-Confins-PortoVelho-RioBranco e Manaus-Belém-Salvador-Confins-Manaus. 

A partir do dia 8 de novembro, a Trip passa a atender a capital do Estado de Santa Catarina, com um voo que faz sua ligação a Confins, com apenas uma escala em Curitiba. Desta forma também, a empresa consolida seu hub mineiro com a ligação direta da cidade de Belo Horizonte a capital paranaense. Na outra ponta, faz a ligação inédita e direta da capital mineira a Porto Velho e Rio Branco.

Já os voos Manaus-Belém-Salvador-Confins-Manaus estarão disponíveis a partir do dia 22/11 e atendem uma solicitação de turistas que querem conhecer a selva e as praias brasileiras, e ligam as cidades de Belém e Salvador pela primeira vez, sem escalas. Esse mesmo voo interliga Salvador ao hub em Confins – que passará agora com o também inédito voo direto para a capital amazonense. 

Com essa ampliação da malha aérea, a companhia aérea atingirá mais de 80 destinos operados no Brasil. “A chegada das novas aeronaves nos proporciona a possibilidade de fazermos ligações inéditas como Florianópolis, em Santa Catarina, a Rio Branco, no Acre, assim como Manaus, no Amazonas, a Salvador, na Bahia. O objetivo é continuar expandindo a malha aérea para interligar cada vez mais cidades do Brasil, facilitando passageiros que transitam diariamente entre cidades grandes e pequenas de todo o País”, afirma Evaristo Mascarenhas de Paula, diretor de Marketing e Vendas da companhia.

A empresa está com 38 aviões, o que a coloca mais próxima de sua meta: 40 aeronaves até o final de 2010.

Ampliação do Aeroporto JK começa em janeiro

28/09/2010 - Agência Brasília 
 
Até 2013, terminal terá capacidade ampliada dos atuais 10 milhões para 18 milhões de passageiros/ano. Investimento para Copa de 2014 será de R$ 1,4 bilhão. Após o Mundial, aeroporto ainda terá outras duas etapas de obras, atingindo uma capacidade de atender 25 milhões de pessoas até 2025

As obras de ampliação do Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek (DF) começarão em janeiro de 2011. A data foi confirmada em reunião nesta terça-feira (28) entre representantes de órgãos do GDF e da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). O planejamento aeroportuário prevê ações de curto, médio e longo prazo. Na primeira etapa das obras, que deverá se estender até 2013, serão investidos cerca de R$ 1,4 bilhão, 70% dos quais repassados pela Infraero e 30% bancados pelo Governo Federal.

O superintendente de projetos da Infraero, Jonas Lopes, explica que a primeira fase do cronograma – pensada para atender a demanda gerada pela Copa do Mundo de 2014 – visa principalmente à reforma e à ampliação do terminal de passageiros. Apesar disso, algumas áreas reformadas e/ou ampliadas poderão ser liberadas antes do prazo, em dezembro de 2012, para atender parte da demanda com mais segurança e conforto. “O planejamento da Infraero junto ao GDF é de que, em abril de 2013, seja entregue a primeira etapa das obras”, afirmou Lopes. “A capacidade de atendimento vai aumentar para 18 milhões de passageiros por ano. Hoje atendemos 10 mi”.

Segundo a vice-governadora Ivelise Longhi a ampliação do aeroporto vai beneficiar diversos setores da sociedade. “Esse projeto não será somente para atender à demanda da Copa do Mundo de 2014, mas para uma grande necessidade do Distrito Federal”, avaliou Ivelise. “Essa ampliação é extremamente importante, no momento em que o governo está trabalhando muito pela atividade turística na capital do País, que é patrimônio histórico da humanidade”. 

Mais pontos de embarque

Durante a primeira fase de ampliação, o terminal de passageiros receberá mais 19 pontos de embarque. Ao final do projeto, serão 43 pontos de embarque. Além disso, na primeira etapa serão construídos um edifício garagem para concessão comercial e um novo pátio de logística de carga, tudo planejado para ser interligado ao projeto do Veiculo Leve sobre Trilhos (VLT).

No encontro, estiveram presentes a vice-governadora Ivelise Longhi, os secretários André Clemente (Fazenda), Antônio Coelho (Desenvolvimento Econômico), João Batista Padilha (Obras), Divino Valério Martins (Ciência e Tecnologia) e Hebert Félix (Esporte), além do coordenador da Copa de 2014, Sérgio Graça, e representantes da Infraero.

Os investimentos na segunda etapa ainda dependem do projeto, que se encontra em fase de desenvolvimento. A fase final está prevista para 2025, quando o aeroporto terá capacidade para atender a cerca de 25 a 30 milhões de passageiros.

Fabiana Bandeira - Agência Brasília

UE autoriza negociações para abertura de mercado com o Brasil

18/10/2010 - Portal CR

A União Européia (UE) autorizou na sexta-feira (15/10) através dos seus Ministros de Transportes que a Comissão Européia dê início às negociações visando a abertura do mercado aéreo entre o bloco de países europeus e o Brasil.

"Eu estou bastante satisfeito com o apoio unânime dos Estados membros em nos garantir um mandado de negociação com o Brasil. O Brasil é um mercado em rápido crescimento e estrategicamente importante. Um acordo amplo entre a UE e o Brasil irá indubitavelmente aumentar o número de voos e quantidade de serviços com os mais competitivos preços entre o Brasil e a UE. Isso irá criar significativas novas oportunidades para nossa indústria bem como benefícios para o público viajante", disse o vice-presidente da Comissão Européia, encarregado de transportes, Siim Kallas.

Estima-se que um acordo entre europeus e brasileiros aumente em 335 mil o número de passageiros transportados entre os mercados envolvidos somente no primeiro ano de abertura, com geração de mais de R$ 1 bilhão em benefícios aos consumidores anualmente.

A Comissão Européia pretende iniciar as negociações pela abertura de mercado com o Brasil dentro das próximas semanas.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Tam recebe novo A320, e frota soma 149 aviões

18/10/2010 - Panrotas

A Tam recebeu hoje uma nova aeronave Airbus A320, vinda diretamente da fábrica da Airbus em Toulouse, na França. Com capacidade para transportar até 174 passageiros, o novo avião vai fortalecer a malha aérea regular da companhia e permitirá ampliar a oferta de voos para atender ao aumento da demanda no mercado doméstico.

Com a incorporação desse avião, a frota da Tam, incluída a da Pantanal, aumenta para um total de 149 aeronaves, sendo 137 modelos da Airbus (26 A319, 84 A320, sete A321, 18 A330 e dois A340), sete da Boeing (quatro B777-300ER e três B767-300) e cinco ATR-42.

Voamos no “BOB”, da Webjet




18/10/2010 - Aviação Brasil


O Portal Aviação Brasil foi gentilmente convidado pela Webjet para uma degustação do novo serviço de bordo da companhia, o “BOB”, sigla de Buy-on-board, expressão inglesa para compra a bordo. Realizamos uma viagem no trecho São Paulo – Salvador – São Paulo onde pudemos conhecer, provar, e opinar sobre o serviço.
Nosso dia começou com a apresentação para o check-in às 09:00 na asa C, terminal 2 do aeroporto de Guarulhos, onde encontramos o Engenheiro Celso Costa, gerente de serviço de bordo da Webjet. No portão de embarque conhecemos Heloísa Pádua, supervisora de operações do serviço BOB, porém, esta é funcionária da LSG Sky Chefs Catering, empresa parceira da Webjet na comercialização do serviço.

O conceito de “BOB” não é novo na aviação comercial! O serviço, fora do Brasil, é amplamente utilizado em empresas low cost low fare na América do Norte e Europa. Com este conceito nada é oferecido gratuitamente na aeronave, nenhum tipo de refeição ou bebida, tudo é vendido. Por outro lado, os produtos tem um padrão superior aos que os passageiros domésticos estão acostumados a encontrar.
O Eng. Celso Costa ingressou na aviação em março de 1972 na antiga Varig, na área de engenharia de sistemas e passou por áreas como a divisão de planejamento de produção e controle nas funções de gerente de setor de sistemas operacionais, custos operacionais, entre outros. Entre 1990 e 1995 atuou como assistente da diretoria de serviço de bordo e logística operacional. Em 95 atuou como Gerente da Divisão de Conforto e Conservação de Interiores na Diretoria de Logística Operacional, onde era responsável pelas configurações internas dos aviões da Pioneira.
Pelo contato direto com área de catering, encantou-se por esse ramo e dele não saiu mais. Já na Webjet, além da área de catering, desenvolveu um projeto de padronização de interior para os Boeing 737-300 da companhia, sendo que 18 já estão padronizados internamente segundo seu projeto.
A Webjet implantou o “BOB” em 4 vôos diários em caráter experimental no final de agosto e início de setembro. Os vôos escolhidos foram os que atendiam a nova rota para Salvador, partindo de Guarulhos, o 6740, que na ida decola ás 09:50 e pousa em Salvador às 12:05, e volta como 6741, saindo às 12:35 e pousando em solo paulista às 15:20.  Além desse, o 6748, que decola de Guarulhos às 18:45 para Salvador, chegando às 21:00 e voltando como 6747, decolando às 21:30 pousando às 23:50 em Guarulhos.
O “BOB” é um serviço realizado pela Webjet em parceria com a LSG Sky Chefs e o corpo de comissários da companhia aérea, que possuem participação no lucro do serviço . A LSG Sky Chefs é a empresa de comissaria aeronáutica com maior market share no Brasil, uma das líderes de mercado no mundo. Em relação ao BOB, a LSG Sky Chefs fornece o produto e a logística de embarque e desembarque nas aeronaves. A Webjet, por sua vez, fornece os equipamentos de bordo necessários (galleys, trolleys), o “ponto de venda” – que são os vôos, e os clientes (os passageiros); já os comissários são os recursos humanos para efetivação das vendas desses produtos.
Ao fazerem o check-in os passageiros recebem, junto ao cartão de embarque, um folheto informando que aquele será um vôo com serviço “BOB”. A única observação é que o serviço a bordo só oferece opção de compra em dinheiro, pois a companhia ainda não está operando com as máquinas de cartões de débido. Então, um alerta aos passageiros, mantenha um mínimo de R$ 20,00 (Vinte Reais) no bolso, por pessoa. As opções do menu custam menos do que isso, mas você pode repetir a refeição a bordo, sendo que não há restrições quanto a isso.
Logo apos nossa decolagem rumo a Salvador é realizado o speech inicial dos comissários avisando do início do serviço de bordo, onde um dos integrantes da equipe de comissários passa distribuindo o cardápio. Este é muito bem apresentado, indicando cada opção com seus respectivos preços por meio de fotos e descritivo. Na equipe de três comissários, aquele que faz o pedido e recebe pela compra, não entrega o serviço, que é realizado pelos dois outros integrantes da equipe.
São oito tipos de snacks: sopa knorr Quick, castanha de caju, chocolate, cup cake, bala drops, chiclete, batata chips e brigadeiro de colher.  Como principal opção o menu apresenta 3 tipos de sanduíches: o Light (croissant, queijo cremoso, queijo prato, peito peru e alface crespa), o Completo (pão de leite com azeitona preta e orégano, queijo gouda, filé de frango, molho de mostarda e ervas, alface americana e maionese; e o Dia a Dia (pão de forma, queijo cremoso, queijo prato e presunto).
Para beber são 11 opções: Coca-Cola, Coca-Cola Zero, Guaraná Kuat, Guaraná Kuat Zero, Água sem gás, Cerveja (que vem acompanhada de um saquinho de 15g de castanha de caju), suco de fruta, suco de soja, café, capuccino ou chocolate. O ponto positivo dos refrigerantes e sucos de fruta é que são servidos com as latas, ou seja, paga-se exatamente pelo que se compra.
De sobremesa há um saquinho de Choco Soy Pops – flocos de arroz cobertos com chocolate de soja, uma opção saudável, pois não tem lactose, nem glúten, é isento de colesterol e de gordura trans. E realmente não perde o sabor do chocolate!
Mas o BOB também oferece 3 tipos de combos, que, por um valor menor que um combo de qualquer rede de lachonetes atende muito bem à fome de qualquer pessoa passageiro normal. São eles: o Especial ( sanduíche à escolha do passageiro + bebida não alcoólica + chocolate); o Saudável (água de coco Kero Coco + cookie de Aveia Quaker + Natuchips de mandioquinha); e o Kids (Toddynho + Cheetos + Bolinho recheado).
Segundo o Eng. Celso Costa, há estudos para se oferecer algumas opções de vinhos em rotas para o sul do país. Nestes estudos o intuíto é saber qual o impacto que essa opção teria, levando em conta que equipamentos específicos para transporte de vinho terão de ser embarcados, aumentando o peso da aeronave. Aos especialistas em vinhos, tranquilizem-se, pois o Engenheiro, nas horas vagas, é gourmet e um verdadeiro enólogo.
Como o serviço está em fase experimental, seus preços poderão ser revistos em breve, com base nos resultados obtidos nesta fase.